Grupo Vieira da Cunha

Encoberto

Tempo hoje

Min 18 / Max 27 +mais
Notícias > Conteúdos patrocinados > Coluna Ministério Menorah 11/06/2019 - 00h00

Potencial e perdão

SERGIO ALVES SERGIO ALVES 

Todas as escolhas que fizemos no passado determinaram a pessoa que somos hoje. Essa frase esclarece muitas das nossas grandes dificuldades. Não há como Deus mudar um homem sem mexer no seu passado. Mexer no passado significa transformar a mente, as lembranças, a memória. É exatamente aí que estamos presos. Nosso falar, pensar e agir foram produzidos pelas nossas experiências passadas. Por exemplo, o mínimo trauma que tenhamos sofrido quando crianças, muda completamente nossos sentimentos, pensamentos e palavras.

Você já percebeu que todas as nossas reclamações se referem ao nosso passado? É o pai que rejeitou, o cônjuge que traiu, o amigo que ficou devendo. Tudo isso são lembranças retidas em nossa mente, é o que chamamos de memória. Todo o potencial que Deus colocou dentro de nós está trancado pelo ressentimento e pela amargura de coisas passadas. Quando Deus nos criou, Ele colocou uma semente dentro de nós, que é o nosso potencial. Esse potencial é exatamente aquilo que precisamos para ser bem-sucedidos aqui na Terra. Mas, se algo acontecer e esse potencial for trancado, não prosperaremos. Não haverá paz e nem sucesso, pois nosso talento estará sufocado pelas dores sofridas no passado.

Se prestarmos atenção em nosso rendimento diário, veremos que isso é verdade. Certamente, nos dias em que estamos mais sensíveis é porque nossas memórias foram despertadas. Se observar, você verá que esse é o dia em que o seu rendimento cai drasticamente e tudo fica mais difícil. Não conseguimos nos concentrar direito, as ideias somem e a criatividade vai embora porque nossa mente fica repleta de más lembranças, como as traições e os desentendimentos. Tudo isso tranca o nosso potencial, bloqueia aquilo que Deus colocou dentro de nós para rendermos e produzirmos aqui na Terra. Eu lhe pergunto: a sua vida não depende do que você produz? Será que a sua produção não está sendo afetada pelas suas memórias feridas?

Publicidade




É necessário que nos desvencilhemos das mágoas do passado. Nosso coração está cheio de amargura e de feridas e isso deixa todo o nosso potencial preso. É por isso que só o perdão libera o potencial. Perdoar significa deixar Deus agir no coração e tratar as mágoas que retemos. O resultado disso é que veremos o nosso passado com outros olhos, lembraremos dos fatos difíceis sem sentir dor alguma. Precisamos praticar o que está escrito em Colossenses 3:13: “Suportai-vos uns aos outros, perdoai-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outrem”. Nesse versículo está a chave da nossa vitória, porque a vitória está em liberar o potencial que Deus nos deu. 


www.paodejuda.com.br
servosa@hotmail.com


  • amigo

É preciso estar logado para deixar o seu comentário. Clique aqui para fazer seu login.

Comentários (0)

  • Nenhum comentário para o conteúdo.

JP no Facebook