Grupo Vieira da Cunha

Parcialmente nublado

Tempo hoje

Min 17 / Max 26 +mais

Quais cuidados devemos ter com o pelo dos nossos pets?

  

 Os pelos são parte fundamental do corpo de qualquer animal de estimação. Além de mantê-los protegidos do frio, em muitos casos, são responsáveis por demonstrarem o estado de saúde de cães e gatos.

Neste sentido, além de nos precavermos com a infestação de pulgas, é de extrema importância termos os cuidados necessários com a pelagem dos nossos amiguinhos.

No entanto, será que você sabe o que deve ser feito para manter os pelinhos do seu pet sempre macios, brilhantes e resistentes? Se não, confira este artigo e tire todas as suas dúvidas. 

Publicidade




Escovações
É certo que nem todas as raças de cães são iguais e, por este motivo, demandam cuidados diferentes com a pelagem. Enquanto os Chihuahuas, Pinscher e Dachshund precisam de menos escovações, outras exigem que este cuidado seja feito diariamente e, inclusive, com acessórios específicos.

Em se tratando dos cães com pelos longos e lisos, como Maltês, Yorkshire e Lhasa Apso, é recomendado utilizar uma escova própria para esse tipo de pelagem. A não escovação pode acarretar na queda excessiva, falta de brilho e formação de nós. 

Utilizar desembolador de nós
Como dissemos, além de não remover os pelos que já estão mortos e estimular o crescimento de novos, a não escovação pode formar nós pelo corpo do pet, gerando incômodo, dor e diminuindo a qualidade do pelo.

Os desemboladores de nós são os acessórios mais recomendados nessa situação. E claro, para utilizá-los, também vale a pena investir em um fluído especial para otimizar esse processo. 

Banhos
Independentemente da frequência — que pode variar de acordo com a raça — os banhos são fundamentais para qualquer pet. Garantindo que seu amigão esteja sempre limpinho, as chances de problemas como micoses, pulgas e carrapatos é bem menor.

Mas, vale lembrar que alguns pets possuem características especiais e, por isso, necessitam de produtos específicos. Os casos mais comuns são os pets com problemas de pele seca, ou oleosas demais e cães com dermatite.

Também é recomendado utilizar shampoos e condicionadores de acordo com a coloração do pelo do cachorro. Os produto para pelos claros contêm substâncias que clareiam a pelagem e os para pelos escuros, evitam que percam a cor e o brilho com o excesso de sol. 

Protetor solar
Falando em sol, também é importante utilizar protetores solares no seu pet, principalmente em raças como Pit Bull e Bull Terrier. Isso, porque esses cães têm a pelagem muito curta e a pele muito clara e, casos esses produtos não sejam utilizados, complicações gravíssimas poderão afetar o seu pet.

No entanto, antes de adquirir um protetor solar para o seu cão, é necessário que você que tenha a recomendação de um especialista. Ele indicará com a melhor fórmula para o seu pet e o deixará protegido, na medida correta e sem riscos.

Tosas
Por fim, o pelo do seu pet também deve estar com o corte e o tamanho ideal para a sua raça. Principalmente nos dias mais quentes, além de alterar no conforto do pet, o tamanho do pelo pode deixar que complicações como fungos, bactérias, pulgas e carrapatos sejam mais fáceis de afetá-lo.

É válido lembrar que para algumas raças, as tosas não são tão recomendadas e dependendo do tipo, alguns pets também podem ser prejudicados. Por isso, antes de tosá-lo, é muito importante saber qual é o tipo de corte que o seu veterinário recomendada.

Por fim, não podemos deixar de falar que as tosas também devem ser realizada por profissionais adequados. Nesse momento, o pet pode ficar um pouco mais agitado que o normal e, caso não seja contido, poderá se machucar.

Após essas dicas, ficou muito mais fácil cuidar do pelo do seu amigão, não é? Então, aproveite para utilizá-las e garantir que o seu pet continue chamando a atenção por onde passa. 

  • amigo

É preciso estar logado para deixar o seu comentário. Clique aqui para fazer seu login.

Comentários (0)

  • Nenhum comentário para o conteúdo.

JP no Facebook