Grupo Vieira da Cunha
Trovoadas esparsas

Tempo hoje

Min 20 / Max 30 +mais
Notícias > Polícia > Vazou na internet 08/10/2018 - 16h30 por ROBSON NEVES

Professor garante que não enviou vídeo de masturbação para criança

Ele registrou ocorrência na Polícia Civil para tentar descobrir como filmagem foi divulgada

O professor que aparece se masturbando em um vídeo que vazou e acabou sendo compartilhado através do aplicativo WhatsApp garante que não enviou a filmagem para nenhuma criança. Ele alega que o vídeo era pessoal, mas não sabe como a gravação acabou vazando e se tornando pública.

Um advogado que está assessorando o professor observa que foi registrada uma ocorrência na Polícia Civil para tentar descobrir como ocorreu o vazamento da filmagem e quem a compartilhou. A suspeita é de que tenha sido usando o Messenger, aplicativo de mensagens do Facebook, para enviar o arquivo, que na sequência viralizou no WhatsApp.

O delegado João Gabriel Parmeggiani Pes observa que não é uma tarefa simples descobrir a autoria do vazamento, como sustentado pelo professor. Ele observa que, geralmente, quem faz isso sabe como se manter no anonimato. Quem compartilhou o vídeo repassou a informação que a filmagem havia sido enviada para uma menina de 11 anos. Segundo o advogado, que prefere não ser identificado, isso deixou abalado o professor.

  • amigo

Publicidade



É preciso estar logado para deixar o seu comentário. Clique aqui para fazer seu login.

Comentários (0)

  • Nenhum comentário para o conteúdo.

JP no Facebook