Grupo Vieira da Cunha
Trovoadas esparsas

Tempo hoje

Min 20 / Max 29 +mais
Notícias > Cidade > Campus federal 13/09/2018 - 14h34 por Vinícius Severo

Chuvas prejudicaram obras no campus da UFSM/Cachoeira

Diretor do campus prepara licitações para garantir luz no campus para ter aulas no próximo ano

Prédios em construção: chuvas atrasaram um pouco obras/foto Renato Thomsen Prédios em construção: chuvas atrasaram um pouco obras/foto Renato Thomsen

As chuvas das últimas semanas, que trancaram a travessia de balsa e provocaram enchente no Rio Jacuí, também atrapalharam o andamento das obras no campus da UFSM/Cachoeira do Sul, no Passo da Areia. Obras como o erguimento dos prédios e reboco acabaram sendo prejudicadas, analisou o diretor da UFSM/Cachoeira, Rogério Brites.

Visitando o complexo nesta quarta-feira, o diretor recebeu previsão de entrega de dois novos prédios de salas de aula para o próximo mês de março. Com isso, serão quatro à disposição para o ano letivo de 2019.

“Tivemos quatro semanas de muita chuva que nos atrapalharam. Não diminuímos número de funcionários, apenas algumas trocas”, completou o mestre de obras da De Martini, João Carlos Siqueira. A De Martini é uma das três empreiteiras que atuam em frentes de construção no complexo.

Publicidade




A De Martini já concluiu três prédios no canteiro de obras, sendo dois de salas de aula e um menor, onde ficará uma das lancherias universitárias. São 9 salas de aula por prédio, em um total de quatro blocos de edifícios.

LICITAÇÃO

“Agora, nosso próximo passo é abrir licitação para a estrutura da rede de energia elétrica”, anunciou o diretor. Após as instalações elétricas, devem ser encaminhadas as instalações de internet, bem como providenciada uma extensão de rede de água.
 

  • amigo

É preciso estar logado para deixar o seu comentário. Clique aqui para fazer seu login.

Comentários (0)

  • Nenhum comentário para o conteúdo.

JP no Facebook