Grupo Vieira da Cunha
Parcialmente nublado

Tempo hoje

Min 7 / Max 18 +mais

UPA tem recorde de atendimentos em abril e deixa sistema em alerta

Houve crescimento também no HCB e na Secretaria de Saúde

Equipe da UPA: 37% de atendimentos acima da meta Equipe da UPA: 37% de atendimentos acima da meta

A Unidade de Pronto Atendimento de Cachoeira do Sul teve recorde de procura em abril desde a inauguração em julho de 2017. No mês passado, foram 6.177 atendimentos, 6,57% a mais que em março, quando 5.796 pessoas passaram pela UPA da zona norte.

O crescimento no número de atendimentos deixou em alerta o Hospital de Caridade e Beneficência (HCB), que administra a UPA, e a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), parceira na proposta de qualificar os serviços com agendamentos de consultas também nas unidades sanitárias e postos de saúde.

O número de atendimentos chegou a 37% acima da meta estipulada inicialmente na UPA, de receber 4.500 pessoas, o que é preconizado pelo Ministério Saúde.

Publicidade




O ministério prevê a média de 150 atendimnentos por dia na UPA do porte de Cachoeira. Em abril, a média foi de 206 atendimentos e nos primeiros 10 dias de maio ficou em 208.

A preocupação é de que o inverno aumente ainda a procura, o que acarretará na demora no atendimento da UPA, causando insatisfação do usuário.

Acesso fácil
Coordenadora da UPA, a enfermeira Michele Kohler aponta a acessibilidade como um dos fatores para que a procura pela unidade seja cada vez maior. "Não queremos que a UPA se transforme em um grande posto de saúde. O acesso é fácil, tem dois médicos e duas enfermeiras durante 24 horas e ninguém é mandado embora sem atendimento. A resolutividade também é boa e o conceito da UPA com a comunidade é muito bom, o que garante uma grande procura. Em média são cerca de 30 minutos de espera da chegada à UPA até o atendimento com o médico", destaca Michele.

A procura maior por atendimentos em abril também foi verificada no HCB. Foram 2.173 casos, o maior desde a abertura da UPA em julho do ano passado. Em março, foram 1.964 usuários atendidos.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) também registrou um aumento nos atendimentos em abril em relação ao mês anterior. Em março, foram 10.159 atendimentos. Em abril, ainda sem a produção dos sindicatos dos metalúrgicos, da construção, da alimentação e dos trabalhadores rurais, foram 10.631 atendimentos. Com os números do sindicato, deverá chegar a 11.200 casos.

  • amigo

É preciso estar logado para deixar o seu comentário. Clique aqui para fazer seu login.

Comentários (1)

  • Edson Bonine
    Edson Bonine em 14/05/18 17:37
    UPA

    A UPA foi uma conquista para a cidade, ela viria a se somar ao Pronto Socorro do INSS.
    O fato é que após sua inauguração o antigo foi fechado, portanto na reportagem falta um comparativo com o número de atendimentos que se fazia no centro.
    Só dizer que a população tem que ir aos postos de saúde, já era dito durante vários anos. O que devemos nos indagar, é porque os pacientes não estão procurando os postos.

JP no Facebook