Grupo Vieira da Cunha
Trovoadas esparsas

Tempo hoje

Min 17 / Max 25 +mais
Notícias > Polícia > Fiscalização 13/04/2018 - 18h07 por ROBSON NEVES

Brigada Militar faz nova apreensão de agrotóxicos

Operação foi em fazenda que estaria arrendada para a Agropecuária Grendene

Agrotóxicos: produtos foram apreendidos no Iruí Agrotóxicos: produtos foram apreendidos no Iruí

Policiais do 2º Grupo de Polícia Ambiental da Brigada Militar de Cachoeira do Sul apreenderam nesta sexta-feira cerca de 840 litros/quilos de agrotóxicos na Fazenda Paraíso, na localidade de Iruí, zona rural de Rio Pardo.

A operação foi desencadeada pelo 2º GPA após uma denúncia de que defensivos agrícolas haviam sido queimados na propriedade rural. Ao chegar na fazenda, os policiais constataram que realmente foi feito uma fogueira e encontraram resquícios de embalagens de defensivos. Porém, não há como precisar a quantidade de produto incendiado.

Ao fiscalizar a Paraíso, os brigadianos encontraram quase 40 litros de agrotóxicos vendidos, produto que foi apreendido e deve ser destinado para a Ardec para ser inutilizado. Ainda foram apreendidos 800 litros/quilos de defensivos em razão de não ter sido apresentada a nota fiscal dos produtos nem a receita de um agrônomo recomendando o uso dos agrotóxicos.

Publicidade




Os policiais do 2º GPA não conseguiram identificar o responsável pela propriedade, mas notificaram um funcionário, dando um prazo para que o dono da fazendo ou o arrendatário se apresente até quarta-feira no quartel, levando as licenças ambientais da lavoura de arroz, do depósito de agroquímicos e do tanque de combustível.

Não se descarta que a Paraíso tenha sido arrendada para a Agropecuária Grendene, do agropecuarista Josias Bastianello Grendene, que se instalou há alguns anos em Cachoeira para plantar arroz e soja, além de criar cavalos crioulos.

Na semana passada, duas cargas de arroz colhido na Paraíso foram apreendidas pela Justiça em um processo de cobrança contra Grendene, ação que tramita em segredo de justiça no Fórum de Cachoeira. Os caminhões foram abordados na estrada pela Brigada Militar, quando seguiam para uma cooperativa em Caçapava do Sul.

Esta é a segunda apreensão de agrotóxicos feita nesta semana pelo 2º GPA. Nesta quinta-feira, 4.845 litros/quilos de agrotóxicos da Agropecuária Grendene foram apreendidos em uma propriedade no Barro Vermelho, na zona rural de Cachoeira do Sul.

Haviam produtos vencidos e sem a procedência comprovada por nota fiscal, quando os policiais estiveram na fazenda. A Grendene foi autuada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente por não possuir licença ambiental para depósito de agroquímicos, além de armazenar substâncias tóxicas sem receituário ou a nota fiscal no local.
 

  • amigo

É preciso estar logado para deixar o seu comentário. Clique aqui para fazer seu login.

Comentários (0)

  • Nenhum comentário para o conteúdo.

JP no Facebook