Grupo Vieira da Cunha
Trovoadas esparsas

Tempo hoje

Min 20 / Max 29 +mais
Notícias > Esporte > Futebol 11/03/2018 - 20h24 por CLEBER PINTO

Grêmio bate o Inter, avança e força mais dois clássicos nas quartas

Tricolor dominou o primeiro tempo e suportou a pressão no segundo

O Grêmio levou a melhor no Gre-nal 413, venceu no Estádio Beira-rio por 2 a 1, garantiu vaga à segunda fase do Gauchão, derrubou o Inter na tabela e forçou mais dois clássicos nas quartas de final.

Com a quarta vitória seguida, o Tricolor terminou a fase em sexto lugar, com 16 pontos, e o Colorado caiu para terceiro, com 18.

O primeiro duelo será domingo que vem na Arena. Três dias depois, a vaga será decidida no Beira-rio, com um dos favoritos ao título se despedindo mais cedo da disputa. Os outros confrontos por vagas na semifinal serão Brasil de Pelotas x São Luiz, Caxias x Avenida e Veranópolis x São José.

Publicidade




O Gre-nal começou quente antes mesmo de a bola rolar, com Maicon e D'Alessandro discutindo no sorteio com a arbitragem. Quando a bola rolou, o Tricolor passou a dominar e o Colorado não se achou em campo.

Jael desperdiçou a primeira boa chance aos oito, chutando para fora. O Inter não conseguiu envolver o Grêmio. Quando atacou, se deu mal. O Grêmio roubou a bola e Bruno Cortez deixou Luan livre para marcar 1 a 0 aos 22 minutos.

A superioridade gremista foi confirmada aos 27, quando Victor Cuesta derrubou Everton dentro da área. Luan cobrou o pênalti e ampliou para 2 a 0.

O Inter não conseguia chegar ao gol de Marcelo Grohe. Ao lado do gramado, o técnico Odair Hellmann só desejava o final da etapa. Ainda mais quando nos acréscimos Everton perdeu gol cara a cara com Marcelo Lomba e deixou de liquidar o confronto ainda no primeiro tempo.

Mudança
O Inter voltou com o volante Gabriel Dias no lugar do apagado Dudu. Edenílson foi deslocado para a lateral direita para conter a movimentação de Everton. O Inter voltou ao jogo logo aos dois minutos. D'Alessandro cobrou escanteio, Rodrigo Dourado cabeceou e diminuiu para 2 a 1.

O domínio mudou de lado. O Grêmio se fechou e Marcelo Lomba foi um mero espectador. O Inter foi para o abafa, mas a pontaria não ajudou. Roger e Edenílson, livres de marcação, mandaram a bola longe.

O Gre-nal ainda teve a inusitada lesão do árbitro Jean Pierre Lima. Foram seis minutos de paralisação até o jogo seguir com o auxiliar Jonathan Pinheiro no apito.

A pressão do Inter aumentou. Aos 35, Geromel evitou o gol de cabeça de Klaus. Marcinho e Welligton Silva entraram no jogo, o Inter ganhou em movimentação, mas só assustou o Grêmio aos 53, com Nico López, e aos 54, em falta de D'Alessandro.

O Grêmio segurou a vitória, tirou a liderança do Inter e garantiu emoção em mais dois gre-nais para definir qual time seguirá lutando pela taça. O Tricolor folga na semana, enquanto o Colorado na quarta-feira decidirá uma vaga à quarta fase da Copa do Brasil contra o Cianorte, no Paraná, com a vantagem de 2 a 0 no primeiro jogo.

Inter (1): Marcelo Lomba; Dudu (Gabriel Dias), Klaus, Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenilson, Nico López, D’Alessandro e Patrick (Wellington Silva); Roger (Marcinho). Técnico: Odair Hellmann.

Grêmio (2): Marcelo Grohe; Madson (Alisson), Geromel, Kannemann e Cortez; Jailson, Maicon, Ramiro, Luan e Everton (Marcelo Oliveira); Jael (Michel). Técnico: Renato Portaluppi. 

 Classificação
Times PG

1) Brasil-Pel 21
2) Caxias 20
3) Inter 18
4) São José 17
5) Veranópolis 17
6) Grêmio 16
7) Avenida 15
8) São Luiz 14
9) Juventude 13
10) Novo Hamburgo 10
11) Cruzeiro 9
12) São Paulo 6

Resultados
Inter 1 x 2 Grêmio
São Luiz 1 x 2 São José
Cruzeiro 0 x 1 Caxias
Juventude 0 x 0 Veranópolis
São Paulo 1 x 2 Brasil
Avenida 1 x 1 Novo Hamburgo

Os duelos das quartas
Grêmio x Inter
Avenida x Caxias

São Luix x Brasil-Pel
São José x Veranópolis

  • amigo

É preciso estar logado para deixar o seu comentário. Clique aqui para fazer seu login.

Comentários (1)

  • Paulo Sérgio Pereira
    Paulo Sérgio Pereira (Porto Alegre) em 12/03/18 08:45
    Rei da América acaba com sonho de vitória dos moranguinhos.

    A mesmice vira monotonia.
    Falando em Reis, vamos mudar de assunto?
    Que tal o Rei da Babilônia?
    Melhor deixar quieto.

JP no Facebook