Grupo Vieira da Cunha

Parcialmente nublado

Tempo hoje

Min 8 / Max 19 +mais
Edição Impressa
Notícias > Economia > FIM DA NOVELA 09/02/2018 - 18h47 por CRISTIANO LIMA

Beer Bus fica na Praça Honorato

Ghignatti fecha acordo com proprietário do food truck para que o ônibus seja retirado durante o dia e retorne à noite

Food truck, enfim, terá seu alvará renovado Food truck, enfim, terá seu alvará renovado 

O prefeito Sérgio Ghignatti fechou um acordo com o proprietário do food truck Beer Bus Leandro Raddatz dos Santos. O comerciante terá renovado seu alvará para seguir vendendo lanches normalmente na Praça Honorato, em contrapartida, diariamente, irá retirar o ônibus durante o dia para liberar vagas de estacionamento, retornando à noite para trabalhar.

Para garantir que o espaço esteja livre para o Beer Bus no turno da noite, o prefeito prometeu, nos próximos dias, instalar no local uma placa especificando que das 18h30min até as 6h do dia seguinte, o espaço é reservado para o Beer Bus desenvolver sua atividade, que desde dezembro de 2015 atua somente durante a noite.

O acordo de cavalheiros foi selado em uma reunião no gabinete do prefeito Ghignatti nesta sexta-feira, com a participação do dono do Beer Bus, seu advogado Kader Bahij Misleh Ahmad Saleh, e os cinco funcionários que trabalham no food truck.

Publicidade




CÓDIGO DE POSTURAS

Outra exigência imposta pelo prefeito Sérgio Ghignatti, que foi aceita pelo proprietário do estabelecimento, é que a distribuição das mesas e cadeiras do Beer Bus respeite as determinações do código de posturas do Município, algo que também está sendo cobrado de todos os demais carros-lanche da cidade.

  • amigo

É preciso estar logado para deixar o seu comentário. Clique aqui para fazer seu login.

Comentários (2)

  • Adeni Renato Oliveira Esber
    Adeni Renato Oliveira Esber (Pelotas) em 12/02/18 15:57
    ACORDO ?????????

    Aqui em Pelotas a Promotoria exigiu o cumprimento da lei no uso dos espaços públicos. Todos os trailers/carros de lanches somente podem ficar estacionados durante o horário de atendimento ao público.

  • Luiz Carlos Romani
    Luiz Carlos Romani (Porto Alegre) em 12/02/18 15:58
    SINALIZAÇÃO EXCLUSIVA?

    Prefeito Sérgio Ghignatti, me desculpe, mas não pode o poder executivo, ali colocar uma placa, permitindo estacionamento exclusivo para o Beer Bus, o que pode é permitir estacionamento para ônibus, exclusivo, e que fique entendido, que quem chegar primeiro estaciona. Não há como estabelecer com exclusividade.
    Com freqüência, deparamo-nos com placas de Estacionamento regulamentado, por meio das quais o órgão de trânsito estabelece vagas privativas de estacionamento nas vias públicas, ora para conciliar a distribuição do espaço público com as necessidades específicas da coletividade, como os locais destinados a viaturas, ao estacionamento de clientes de farmácias, taxistas, áreas de carga e descarga ou estacionamento rotativo pago (zona azul), ora para criar certas benesses, obviamente questionáveis, a determinadas autoridades, como vagas destinadas a vereadores, na frente da Câmara Municipal; ao prefeito, defronte a sede do Poder Executivo local ou a juízes e promotores, nas imediações dos Fóruns.
    Diante disso, é de se analisar a legalidade desse procedimento, pois se todos somos iguais perante a lei (artigo 5º da Constituição Federal), por que outros não possuem a mesma regalia? Ou seja, por que não existem locais regulamentados para o estacionamento de clientes da padaria, do açougue ou da loja de roupas (e não apenas das farmácias), ou, ainda, por que não destinar vagas para os médicos, na frente dos Hospitais, ou para os dentistas, nas imediações de seus consultórios?
    Certamente, tal prática, se aumentada e indiscriminada, acarretaria enormes prejuízos à regulamentação de trânsito, pois a "privatização" da via pública, em vez de garantir o direito de todos, privilegiaria alguns poucos, evidenciando a postura histórica de "favorecimento aos amigos do rei", o que nos obriga a análise da questão principal aqui levantada: Como determinar os casos de regulamentação de Estacionamento na via pública? Digo e afirmo com base legal, não há como definir ali, que o estacionamento seja para o Beer Bus, mas sim para qualquer ônibus que ali estacionar, novamente afirmo quem chegar primeiro, estaciona, e não há como ser notificado. Alerto para que, se outro veículo ali estacionar, e for multado, busque direitos no judiciário, para que seja indenizado pela prefeitura. Ponto final.

JP no Facebook