Grupo Vieira da Cunha
Ensolarado

Tempo hoje

Min 18 / Max 30 +mais
Edição Impressa
Notícias > Geral > Saúde em crise 07/12/2017 - 14h19 por Vinícius Severo

Cachoeira tem aval técnico para aumentar teto da oncologia

Teto pode ser elevado para até R$ 363 mil. Ministro da Saúde não está em Brasília, então é preciso aguardar e manter pressão política

José Otávio e GG: aval técnico ajuda Cachoeira José Otávio e GG: aval técnico ajuda Cachoeira

O prefeito Sergio Ghignatti recebeu uma boa notícia em visita ao gabinete do deputado federal cachoeirense José Otávio Germano por volta do meio dia desta quinta-feira.

O parlamentar descobriu que o Ministério da Saúde emitiu um aval técnico, do departamento contábil, para que o teto da oncologia para Cachoeira do Sul chegue aos R$ 363 mil. Atualmente, a cidade recebe do Governo Federal R$ 133 mil mensais, o que vem gerando um déficit de R$ 250 mil mensais em média.

Cachoeira depende agora de uma ordem do ministro da Saúde, Ricardo Barros, para que o teto seja elevado. “Isso nos dá mais esperança pois significa que o Governo Federal reconhece que nosso repasse está defasado.

O último reajuste que tivemos do atendimento foi em 2010”, comentou o prefeito. A audiência esperada com o ministro da Saúde não será possível já que ele não encontra-se em Brasília.

Mesmo assim, o deputado José Otávio deverá acionar o titular da Saúde nacional assim que possível. “As dificuldades que enfrentamos são imensas. A recomposição do teto é nossa salvação”, comenta Ghignatti.

FILA DE ESPERA

O prefeito determinou neste mês a criação de uma fila de espera no serviço para novos pacientes da região. Quem está em tratamento não será afetado. Além disso, GG também batalha junto ao Tribunal de Contas do Estado uma autorização para dividir os custos com os municípios da região.
 

  • amigo

É preciso estar logado para deixar o seu comentário. Clique aqui para fazer seu login.

Comentários (0)

  • Nenhum comentário para o conteúdo.

JP no Facebook