Grupo Vieira da Cunha
Ensolarado

Tempo hoje

Min 6 / Max 21 +mais
Edição Impressa
Notícias > Política > Governo Ghignatti 20/04/2017 - 19h20 por Vinícius Severo

Daniela Santos pediu demissão da Prefeitura

Secretário de Governo recebeu documento no final da tarde. GG lamenta saída

Daniela: demitiu-se da Prefeitura Daniela: demitiu-se da Prefeitura

A secretária municipal de Interior Daniela Santos pediu demissão do cargo nesta quinta-feira. Ela e o diretor de Agricultura e Pecuária, Alexandre Machado, protocolaram pedido de desligamento de suas funções no Executivo municipal, conforme informou no final da tarde o secretário municipal de Governo, Luciano Lara.

Esta foi a segunda vez que Daniela pediu para deixar a administração municipal – porém, na primeira oportunidade, no início de fevereiro, ela foi convencida a permanecer.

O Jornal do Povo não conseguiu contato com Daniela, que estaria com sintomas de gripe, conforme comentou o prefeito Sergio Ghignatti. Se dizendo surpreso, GG lamentou profundamente a saída de Daniela. “É uma pena, porque o povo do interior estava muito contente com o trabalho dela”, comentou.

Ghignatti disse não saber por que a secretária pediu demissão, mas contou que ela já havia se queixado diretamente a ele sobre a falta de pessoal da Secretaria de Interior, bem como de maquinário – a pasta possui duas patrolas para fazer frente a 3,5 mil quilômetros de estradas.

Por isso, Daniela era forçada a contar com a parceria de produtores rurais. No entanto, segundo o prefeito, essa questão é uma realidade enfrentada pelo governo de forma geral. “Tenho certeza que ao retornar para a Câmara ela estará ao lado do governo”, destacou o prefeito.

INTERINO

Ghignatti anunciou que as pastas de Interior e Agricultura serão comandadas interinamente por Ronaldo Tonet. “Eu também ficarei de interino. Temos que seguir em frente, sou prefeito por quatro anos”, declarou.


IMPORTANTE
Daniela Santos deve retornar à Câmara Municipal em breve. Para que isso ocorra, primeiro ela precisa ser exonerada oficialmente da Prefeitura, o que deve acontecer na próxima semana somente. A partir daí, ela precisa apenas comunicar o Legislativo de seu retorno.

  • amigo

É preciso estar logado para deixar o seu comentário. Clique aqui para fazer seu login.

Comentários (3)

  • Silvestre Silva Santos
    Silvestre Silva Santos (Porto Alegre) em 21/04/17 17:37
    Quem mesmo para presidente?

    Ainda bem que certas pessoas vivem a mais de mil quilômetros da terra dos arrozais. Que permaneça por lá, para o bem do país!

  • Umberto Neves
    Umberto Neves (São Paulo) em 21/04/17 09:47
    PIPA NÃO DEVE ACEITAR

    A distância, curioso com os desdobramento da política regional. Com a saída da Vereadora Daniela Santos, agita-se a política municipal e partidária devido a essa vacância, sabemos como isso funciona e Ghignatti saberá escolher o melhor para o município e sua boa administração na composição partidária que venceu nas últimas eleições ou, sei lá, nenhum partido estaria impedido de contribuir com o Prefeito. Nem mesmo o PP, que tem o Pipa como maior liderança. Mas, PP não receberá convite, isso sabemos. Ainda que recebesse, Pipa não deveria aceitar uma secretaria, pois, já disse onde quero o Pipa: PIPA PARA A PRESIDÊNCIA DO BRASIL EM 2018.

  • Edson Bonine
    Edson Bonine em 20/04/17 20:39
    Dep. Marlon

    A saída da vereadora Daniela já era esperada, no sentido que para poder credenciar sua candidatura a deputada estadual, em dobradinha com seu irmão dep. Marlon Santos para federal, precisa ter visibilidade na administração municipal.
    É visto por todos o boicote que lhe faz o secretário de obras Cleber, onde se negou a emprestar uma mera lâmina de patrola do maquinário, para um serviço corriqueiro. É sabido que as demandas do interior só serão atendidas se houver integração entre as secretarias. Entre o que esta ocorrendo e sua cadeira na câmara de vereadores, é lógico esta opção.
    Espero que o secretário Ronaldo Tonet, venha a ter um apoio mais efetivo.

JP no Facebook