Os donos do mundo

O CÉU É O LIMITE: Bernardinho é jogado para o alto por seus comandados da equipe masculina de vôlei de quadra

O Brasil é o país do futebol, mas também pode ser do vôlei, do vôlei de praia, do futsal, do tênis, da ginástica olímpica, do rock, do jazz e de qualquer manifestação humana onde haja apoio para que uma imensa massa de excluídos venha a ter a chance de aprender e se especializar em algum ofício, esporte ou cultura. O Brasil que ganhou a medalha de ouro no vôlei masculino, no último dia dos Jogos Olímpicos de Atenas, é o Brasil possível, é o país que revela top model em linha de montagem de uma indústria ou um cientista em bancos de escola pública. Basta que se dê chance e condições para se testemunhar, em pouco tempo, um brasileiro vitorioso onde houver uma competição no mundo e na vida. O time de Bernardinho, ouro de Atenas, é o retrato da superação, da disciplina e da vontade. Quem diz que brasileiro é preguiçoso não conhece os bastidores da vitória de times como este do vôlei masculino: 15 finais, 14 títulos, uma derrota por ano em partidas oficiais. Os donos do mundo são brasileiros e há muitos outros deste país na fila para herdar este cetro.


Ranking 2004

As Fotos
  1. Cachoeira FC
  2. São José
  3. Eleições 2004
  4. Seleção Brasileira
  5. Campeonato Brasileiro
As Personalidades
  1. Pipa Germanos
  2. Marlon Santos
  3. Sérgio Ghignatti
  4. Theonas Baumhardt
  5. Angela Schuh
Os Assuntos
  1. Eleições 2004
  2. JP 75 anos
  3. Corede Jacuí Centro
  4. Transição Marlon/Pipa
  5. Processo de Participação Popular