Grupo Vieira da Cunha

Parcialmente nublado

Tempo hoje

Min 7 / Max 19 +mais
29/06/2019 - 10h05

MIB – Homens de Preto Internacional

Reebot traz elementos interessantes mas tem roteiro complicado

As histórias em quadrinhos realmente invadiram o cinema. Prova disto é que Vingadores – Ultimato está a um passo de se tornar a maior bilheteria de todos os tempos. O que pouca gente sabe é que existem muito mais filmes baseados em gibis do que os oferecidos pelas Marvel e DC. Apenas para exemplificar existem obras de outras editoras, que também viraram filmes, como Hellboy (2004/2008/2019) da Darkhorse, Juiz Dreed (1995/2012) da IDW, Kick-Ass (2010/2013) da Icon e Spawn (1997) da Image.

Muito Além da Marvel e DC

Existem ainda filmes de quadrinhos que são mais “realistas” como "O Procurado" (2008), lançado anteriormente pela Top Cow. Dramas saídos de gibis alternativos também já foram inspiração para o cinema, como no filme “Estrada para Perdição” (2002) da Paradox Press. Agora volta as telonas outra franquia que pouca gente sabe, mas surgiu nos quadrinhos da Malibu Comics. Estou falando de “MIB – Homens de Preto Internacional” que estreou recentemente.

Primeiro Contato
A série MIB no cinema iniciou em 1997, em um filme que apresentava os agentes “K” e “J” regulando a comunidade alienígena na terra. Volta e meia eles tinham que prender, ou combater, alguns destes visitantes. Após três episódios a série finalmente ganha seu reboot. Esqueçam K e J, os agentes agora são M, H e T.

Eu vi um gatinho
Logo no início da película somos apresentados a Molly, uma menina que esconde um alienígena fofinho em seu quarto. Os agentes da MIB vão até a casa da garota para tentar capturar a criatura, mas não conseguem. Como de praxe eles apagam a mente de todas as pessoas da casa sobre os acontecimentos com o alienígena. Molly consegue escapar da lavagem cerebral e passa o resto da sua vida buscando respostas sobre o que era aquela criatura e, principalmente, quem eram aqueles homens de preto.

Publicidade




A verdade está lá fora
Algumas décadas mais tarde, Molly está obcecada em encontrar os Homens de Preto. Através de uma pista ela chega a um local onde está havendo uma ocorrência com alienígenas. Molly se disfarça e consegue chegar até a sede local do bureau alienígena. Chegando lá consegue penetrar na estrutura, mas rapidamente é descoberta e levada a chefe do departamento, a Agente O. Ao perceber as habilidades da menina, a chefe da MIB resolve recrutá-la para o grupo. No entanto, antes de ganhar seu distintivo, ela deverá fazer um estágio na sucursal da MIB de Paris.

Cuidado com o que você deseja
Na Europa a agora agente “M” é colocada para trabalhar junto do agente “H”. A sua primeira missão é descobrir um vazamento de informações dentro da MIB. Para isto ela irá percorrer vários países e enfrentar muitos desafios. Mas os perigos que a garota enfrentará podem fazer que o sonho de sua vida se transforme em um enorme pesadelo...com aliens.

O outro lado do Espelho
Homens de Preto internacional tem muitas coisas interessantes. A primeira delas é o elenco. Além do sempre excepcional Liam Neeson, a produção conseguiu reunir em um mesmo filme o Thor e a Valquíria do UCM. É divertido assistir Chris Hemsworth e Tessa Thompson, fazendo dupla em papeis parecidos, mas muito diferentes ao mesmo tempo.

Poder as Alienígenas
Outro destaque é para o empoderamento feminino do filme. Se a primeira série tinha o garotão pegador Will Smith, como protagonista, está possui uma mulher no papel principal. Obviamente existe um momento em que se questiona: Por que não “Women” in Black¿ Outra situação interessante é ver os agentes percorrendo o mundo, afinal os Estados Unidos não devem possuir o monopólio dos alienígenas na terra.

Segredos extraterrestres
No entanto, mesmo com todos os predicados, a película apresenta vários problemas. O principal deles é a construção do argumento. As cenas são desconectadas e muitas vezes nos perdemos do que está acontecendo. Mesmo assim a nova série tem potencial. Apenas vai ter que melhorar suas histórias, se conseguir trazer um novo episódio as telas.

Vida inteligente além da terra
O certo é que existe vida, baseada em histórias em quadrinhos, muito além da DC e da Marvel. Certamente este é um filão pouco explorado pelos estúdios e que muitas obras boas, poderá fornecer. Quem sabe não esteja aí outra tendência para fazer a sétima arte avançar ainda mais, usando HQs completamente inovadoras e pouco conhecidas do público. Tenho certeza que, se procurarem bem, os diretores e produtores encontrarão muito material bom a ser aproveitado, nos quadrinhos alternativos. A partir daí o espaço certamente não será o limite para a sétima arte.


Trailers

https://youtu.be/o85NKqrwCKI
https://youtu.be/VMDjNKDhNxQ


Elenco, Citações e Referências
Agente M./Molly - Tessa Thompson, Thor – Ragnarok, 2017
Agente H. - Chris Hemsworth, Thor – Ragnarok, 2017
Agente T. - Liam Neeson – Batman Begins, 2005
Agente O. - Emma Thompson - Late Night, 2019
Agente J. - Will Smith – Aladdin, 2019
Agente K. - Tommy Lee Jones - O Fugitivo, 1993
 

  • amigo

É preciso estar logado para deixar o seu comentário. Clique aqui para fazer seu login.

Comentários (0)

  • Nenhum comentário para o conteúdo.

Postagens mais recentes de Blog do Cinema

mais postagens de Blog do Cinema

JP no Facebook