Grupo Vieira da Cunha

Nublado

Tempo hoje

Min 13 / Max 24 +mais
18/04/2019 - 10h00

The Silence

Filme Netflix tenta emular outras obras sobre monstros

Em Hollywood é comum um fenômeno. Várias vezes um filme é lançado e simultaneamente outro longa, quase igual, é produzido. Nos desenhos animados isto é tão normal que existem estúdios que sobrevivem apenas de produções “parecidas”. Em live action também acontece esta coincidência. Entre os gêmeos podemos citar “Inferno de Dante” (1997) e “Volcano” (1997), “Impacto Profundo” (1998) e “Armageddom” (1998), “Planeta Vermelho” (2000) e “Missão Marte” (2000). Aqui estão apenas alguns exemplos, entre tantos outros. Pois este ano temos mais um acaso. A Netflix acabou de lançar “The Silence”, filme de ficção científica parecidíssimo com “Um Lugar Silencioso” do ano passado. Ser quase igual não quer dizer que a diversão é menor. Já a qualidade...

Silêncios diferentes
Ao contrário do filme do ano passado, em que os monstros vêm do espaço, em “The Silence”, a história começa em uma caverna. Alguns exploradores estão prestes a encontrar uma nova galeria em uma gruta americana. Ao derrubarem a parede, que dá acesso ao compartimento inédito, se deparam com uma revoada de animais estranhos. Estes os atacam ferozmente.

Do silêncio ao caos
O filme corta para a família Andrews, que é comanda pelo pai, Hugh, e se destaca pela filha surda, Ally. Os Andrews estão realizando atividades normais, de uma família comum, quando começam a surgir notícias na TV e na Internet. Os Estados Unidos estão sendo invadidos por animais voadores, apelidados de vespas. Estes se guiam pelo som e devoram tudo que emita barulho, como um cardume de piranhas. Logo após o primeiro ataque, os Andrews concluem que cidades barulhentas são péssimos lugares para se esconder e partem para a zona rural.

Fanatismo Gritante
Depois de uma tumultuada viagem, finalmente a família chega até uma fazenda que parece ser o local ideal para se proteger da revoada de monstros. No entanto, mesmo na escondida zona rural, eles vão precisar aprender a viver com a falta de mantimentos básicos, como alimentos, armas e antibióticos. Também terão que enfrentar uma seita local, que acredita que o mundo silencioso os transformou nos novos governantes da humanidade. Pior de tudo, terão de enfrentar estas ameaças em completo silêncio, pois as vespas estão à espreita.

Publicidade




Sofrendo Quieto
O filme é uma boa diversão inédita da Netflix, como várias outras obras, que ela traz à tona, de tempos em tempos. No entanto enfrenta a comparação imediata de “Um Lugar Silencioso”, que se destacou nas salas de projeção, no ano passado. Este é muito superior em roteiro, efeitos visuais e obviamente sustos. Apenas para exemplificar “Um Lugar Silencioso” começa com a morte de uma criança. Nele vemos uma mãe grávida, tendo que fugir de enormes monstros, e um pai precisando decidir se deve se sacrificar ou deixar a própria filha surda morrer. Óbvio que o clima do filme, que foi ao cinema, é mais denso e maduro, portanto.

Grito Abafado
Além disto, os monstros de “Um Lugar Silencioso” ficam escondidos a maior parte da narrativa, pois são a grande atração da fita. Quando aparecem são gigantes, com garras e dentes enormes. Realmente nos vimos obrigados a prender a respiração em cada uma das suas aparições. Já em “The Silence”, as criaturas são uma mistura de papagaio, morcego e lagarto. Estes aparecem desde o início da história e não metem medo em ninguém. Talvez o filme que tenha bichos mais parecidos seja “Piranhas 2 – Assassinas Voadoras” (1981), um clássico do cine trash, que já fornece uma boa ideia do que nos traz a obra atual.

Pássaros presos não cantam
A própria Netflix lançou recentemente outro filme comparável a “The Silence”. Trata-se de “Bird-box” (2018), que pressentiu a dificuldade de criar um monstro, condizente com o clima que desejava gerar. O diretor resolveu então escondê-lo, do início ao fim da fita, deixando o espectador criar a imagem maligna em sua mente. Isto fez o status amedrontador da película crescer enormemente.

Boca calada
The Silence é um filme divertido, para a Netflix. É uma boa diversão para o fim de semana. Você vai se envolver com as várias confusões que os Andrews enfrentam para fugir dos bichos canibais. Só não espere encontrar na fita uma ficção para se lembrar o resto da vida. Como toda cópia, esta tem dificuldade em imitar o original. Assista, divirta-se, mas te deixo um conselho. Se achar a história fantástica, FIQUE EM SILÊNCIO. Isto ou acabará devorado por todos seus amigos. Shhhhhh...


Citações e Referências
Hugh Andrews - Stanley Tucci, O Diabo Veste Prada, 2006
Ally Andrews - Kiernan Shipka, O Jardim dos Esquecidos, 2014
Kelly Andrews - Miranda Otto, Guerra dos Mundos, 2005
Jude Andrews - Kyle Harrison Breitkopf , The Whispers, 2015
Lynn - Kate Trotter, Amor Sem Fronteiras, 2003
Glenn - John Corbett, Casamento Grego, 2002
O Reverendo - Billy MacLellan, Psicopata Americano II, 2002


Trailer

https://youtu.be/Y-ufZuqTd5c

  • amigo

É preciso estar logado para deixar o seu comentário. Clique aqui para fazer seu login.

Comentários (0)

  • Nenhum comentário para o conteúdo.

JP no Facebook