Grupo Vieira da Cunha
Parcialmente nublado

Tempo hoje

Min 22 / Max 33 +mais
13/11/2018 - 11h09

O Primeiro Homem

Drama traz a jornada que levou o primeiro astronauta até a Lua

CEM. Um número marcante para qualquer ação que estejamos desenvolvendo. Pois neste texto alcanço cem resenhas sobre cinema, filmes, séries e outras formas de mídia audiovisual. Estas foram publicadas em blogs de vários veículos de comunicação. Neste período pude analisar obras dos gêneros drama, terror, ação, aventura, ficção cientifica, comédia, musical, super-heróis, entre outros. Sugeri aos leitores lançamentos e estreias, clássicos antigos e listas de vários tipos. Quando comecei a escrever meu texto era completamente diferente. Foi evoluindo nesta jornada que dificilmente achava que iria chegar a centésima publicação, mas cá estamos. Chega a ser irônico que o texto que trago para comemorar este feito seja sobre "O Primeiro Homem". Este longa conta a história de Neil Armstrong, primeiro astronauta a pisar em solo lunar. Uma epopeia bem mais difícil que a minha como escritor. No entanto também parecia inatingível, e, com bastante esforço foi alcançada com muito êxito.

Antes da Lua
Antes de assistir "O Primeiro Homem", existem alguns filmes sobre a conquista do espaço que merecem ser sugeridos. Entre estes podemos citar "Os Eleitos" (1983), que traz uma das primeiras narrativas sobre o programa espacial americano. Também vale assistir "Apolo 13" (1995), que relata uma das grandes enrascadas que astronautas se meteram. Mais recentemente, é recomendável ver "Estrelas Além do Tempo" (2017), que conta o trabalho desenvolvido em terra para levar as equipes ao espaço. A visão dessa película é relatada através dos olhos de afro-americanas que eram utilizadas como computadores humanos pela NASA. Todas estas obras pretendiam mostrar fatos verídicos, propiciando que o espectador conhecesse detalhadamente o início da conquista do espaço.

A Fronteira Final
"O Primeiro Homem" (First Man, EUA, 2018) conta a vida de Neil Armstrong (Ryan Gosling, La La Land - Cantando Emoções, 2016), o primeiro astronauta a pisar em solo lunar. A obra inicia em um momento bastante complexo da vida de Neil, quando ele perde sua filha mais nova para o câncer. A perda irreparável faz com que o piloto foque completamente no trabalho, de uma forma obcecada, como poucas vezes se viu no cinema.

Guerra Fria Espacial
Logo ele é escolhido para fazer parte do Projeto Gemini, que antecedeu o programa Apolo que levou o homem a Lua. Neil precisa enfrentar o pesado treinamento ao mesmo tempo que tenta manter sua família minimamente coesa. Isto devido ao afastamento do pai e os perigos que ele enfrenta na jornada espacial. O piloto faz isto sobre enorme pressão do governo e dos adversários da União Soviética, que parecem estar sempre um passo a frente dos americanos na conquista do espaço.

Publicidade




O Homem e o Mito
O filme é interessante pela possibilidade de se vislumbrar a vida particular de Armstrong. Ele demonstra a frieza emocional do herói. Isto o afasta da família, mas também o confere uma imersão no trabalho que o fez conquistar o direito de ser o primeiro humano na Lua. Também por permitir que presenciemos a tecnologia utilizada naquelas primeiras viagens, completamente analógica, longe dos modernos computadores que hoje fazem até um carro estacionar sozinho. Quem assiste como eram as astronaves antigas realmente se obriga a duvidar que tenhamos conseguido chegar tão longe naquilo.

A estrela é você
O melhor é que várias vezes o filme nos coloca na posição dos pilotos, nos fazendo sentir como é estar dentro da minúscula nave, sentindo os tremores do lançamento e até os erros de funcionamento, que acarretavam em mortes no programa. O ideal seria assistir o filme naquelas salas 4D, onde a cadeira treme nos momentos de tensão (deveria acontecer nos lançamentos e nas reentradas do espaço). Infelizmente esta opção não está a disposição.

Tesouro da galáxias
O Primeiro Homem é um filme lento, mas importante pelo valor histórico e pela reflexão que voltamos a ter sobre a corrida espacial. Afinal, porque se gastou tanto dinheiro para ir até aquele satélite inabitável, composto de rochas e poeira¿ Na época não tínhamos esta resposta clara. Hoje, percebemos que, graças as tecnologias inventadas para aquela empreitada, conseguimos desenvolver nossos computadores pessoais, nossos monitores digitais e nossos satélites que tanto facilitam a comunicação.

Para o infinito e além
Talvez se não tivéssemos ido a Lua não teríamos smartphones, internet ou mesmo este blog teria conseguido chegar a sua centésima publicação. Portanto, "O Primeiro Homem" merece ser comemorado, tanto pela conquista que foi, quanto pelos avanços que continua nos trazendo. Vale a pena assistir o filme para celebrar tudo que ainda podemos ser, na terra, no espaço e muito além disto.

Adeus a um grande herói
O mundo está mais cinza. Faleceu Stan Lee, fundador do Marvel Comics Group, editora americana de histórias em quadrinho que criou personagens como Homem de Ferro, Pantera Negra, Hulk, X-Men e Homem Aranha. Lee tinha 95 anos. Neste tempo de vida seu trabalho evoluiu de um traço no papel, para a consolidação do Estúdio de Cinema mais rentável da atualidade. Confesso que ele teve uma importância enorme na minha vida (rivaliza com Maurício de Sousa, criador da Turma da Mônica). Foi pela influência dos super-heróis coloridos que ingressei na Faculdade de Artes Plásticas e posteriormente conclui a Faculdade de Comunicação. Foi a partir de seus filmes que comecei a escrever sobre cinema e vi este hobby evoluir para escrever sobre qualquer coisa. Mais importante que isto, ele me inspirou também a ser um homem público com conduta retilínea. Suas histórias me mostraram que, por mais que tudo se misture, o mundo deve ser dividido em um lado bom e um lado mau. Devemos sempre ficar junto com as boas intenções, mesmo que uma sombra escura venha nos tentar com as mais variadas benesses. Temos que permanecer do lado correto, como faziam os heróis de Lee. Vá em paz Stan. Continue ajudando a colorir nossas vidas de onde estiver e, se for possível, inspire para que outros heróis surjam no nosso mundo real.


Trailers

https://youtu.be/F2z2w0aZ_9o
https://youtu.be/JJylCv9z2O8
https://youtu.be/4Nmd3Xfo2EA

  • amigo

É preciso estar logado para deixar o seu comentário. Clique aqui para fazer seu login.

Comentários (0)

  • Nenhum comentário para o conteúdo.

JP no Facebook