Grupo Vieira da Cunha
Parcialmente nublado

Tempo hoje

Min 22 / Max 33 +mais
30/10/2018 - 10h14

Ditadura Audiovisual

Filmes e séries apresentam o totalitarismo para o espectador entender

Passada as eleições os ânimos estão mais calmos (espera-se). Seguramente o grande tema do segundo turno foi a radicalização na política, principalmente a possível criação de um novo Estado totalitário no Brasil. Este poderia ser de direita ou de esquerda. O cinema e a TV já trabalharam inúmeras vezes o tema em filmes históricos que mostravam como aconteceram a implementação destes regimes de opressão ao redor do mundo. Existem clássicos como Doutor Jivago (1965), o Círculo do Poder (1991) e Stalin(1992) que trazem a ascensão do totalitarismo comunista na extinta União Soviética. Hollywood também nos apresenta várias vezes o totalitarismo de direita, principalmente o nazismo, com filmes como A Lista de Schindler (1993), A vida é Bela (1997), o Menino do Pijama Listrado (2008) e a Menina que Roubava Livros (2014) entre outros.

Ditadura e ficção
Mesmo na ficção cientifica é fácil encontrar exemplos de totalitarismo. Traços do regime de exceção são facilmente encontrados em obras como 1984 (1984), V de Vingança (2006) e Uma Noite de Crime (2013). Também em franquias como Mad Max (1979 - 2015) e até mesmo na mega saga Star Wars (1976-2017). Em todas estas obras é apresentado um governo opressor que diminuí a liberdade da população para impor seus ideais.

Conhecendo a opressão
O tema é muito interessante e certamente nos dias atuais é fundamental que a população saiba do que se trata quando alguém é chamado de fascista, ou discorde desta alcunha. Neste sentido sugerimos aos leitores que busquem assistir alguns dos longas citados acima para entender melhor o assunto e saber um pouco mais sobre estes termos que foram tão vociferados nos últimos meses. Vamos além disto, iremos sugerir duas séries que estão a disposição em serviços de streaming populares. Além de atuais, podem ser acessadas por qualquer um que se disponha a acessar os catálogos. Para entender os efeitos de uma ditadura de esquerda sugerimos assistir "O Segredo", mini-série que está a disposição na Netflix. Já para vislumbrar um pouco de uma ditadura nazista a sugestão é a série "O Homem do Castelo Alto", que encontra-se no catálogo da Amazon Prime.

Segredos dos Sovietes
Na série "O Segredo" (Archangel, Inglaterra, 2005), o prosfessor Fluke Kelso, especializado em história soviética, está prestes a sair da Rússia quando é procurado por um antigo funcionário do governo comunista. O ancião informa o pesquisador que existe um diário, deixado pelo ditador Joseph Stalin, que poderá mudar o destino da nação, que está se abrindo para uma nova fase capitalista. Envolvido pelo assunto, Kelso acaba buscando o livreto e descobre que existe mais informações secretas sobre o antigo regime. O mistério está escondido na floresta gelada de Archangel. O que ele encontra no local poderá ressuscitar a adoração ao antigo déspota soviético. Entre as curiosidades da série está a presença de Daniel Craig (007 contra Spectre, 2015) no papel de Kelso. A mini-série mistura informação histórica com muita ação e demonstra claramente a força que os líderes totalitários exercem sobre seus povos.

Publicidade




Acima da população
Já em "O Homem do Castelo Alto" (The Man in The High Castle, EUA, 2015-2018), a história se passa numa década de sessenta de uma realidade em que o Eixo venceu a Segunda Guerra Mundial. No lugar do mundo ficar dividido entre americanos e russos, vemos alemães e japoneses comandando o planeta. Estes dividiram inclusive os Estados Unidos, passando o controle da Costa Oeste aos nipônico, enquanto a costa leste ficou sobre o comando dos germânicos. Em meio as torturas e prisões deste universo totalitário, somos apresentados a um jovem oficial nazista confuso quanto a lealdade por sua ideologia. Ele descobre filmes que mostram como seria o mundo se os aliados tivessem vencido. Isto tudo as vésperas de um eminente conflito que acabará com a guerra fria entre Japão e Alemanha. A série está em sua terceira temporada e é ótima, tanto pela qualidade dos cenários, atores e figurino, quanto pelos roteiros densos e bem construídos.

Ditadura Nunca Mais
Acredito que seja interessante termos as informações de como é realmente um regime totalitário. Na minha visão, o Brasil está longe disto. Acabamos de passar por uma eleição onde dois discursos muito fortes se enfrentaram.No entanto, ambos se submeteram ao voto popular e fortaleceram a nossa democracia. Neste sentido acho que o importante é que cada um de nós, a partir de agora, se encharque de informações para entender o que são verdadeiramente estes regimes opressores a fim de evitá-los. É bom aproveitar a difusão de dados através da internet, mas precisamos também buscar aprofundá-los, para termos certeza do que estamos falando. Isto pode ser feito facilmente através dos jornais, da literatura e obviamente das séries e do cinema. Tenho certeza que se agirmos desta forma, independente de termos votados em a ou b, estaremos afastando cada vez mais o fantasma de uma ditadura no nosso país e dando as boas vindas a uma longínqua, prospera e fortalecida democracia.


Trailers

https://youtu.be/zEaV8cGocQ4
https://youtu.be/zzayf9GpXCI

  • amigo

É preciso estar logado para deixar o seu comentário. Clique aqui para fazer seu login.

Comentários (0)

  • Nenhum comentário para o conteúdo.

Postagens mais recentes de Blog do Cinema

mais postagens de Blog do Cinema

JP no Facebook