Grupo Vieira da Cunha

Ensolarado

Tempo hoje

Min 11 / Max 22 +mais
Edição Impressa
16/05/2018 - 10h11

Dia das mães

 

O BLOG DA POESIA traz como referência essa semana o dia das mães.
Cantado em prosa e verso o amor de mãe transcende as datas convencionais e seus fins comerciais. O amor materno é o que mais se aproxima do divino. Ele é incondicional. Supremo. Extraordinário. Maior. É a mãe que nos ensina a caminhar sem medo. Seu afeto e estima sobrepõe qualquer outro. Ternura, sensibilidade e doação são apenas alguns adjetivos próprios de quem tem como premissa a virtude de dar a vida.
Não se esqueçam, estão abertas as inscrições para o XXI Prêmio Paulo Salzano Vieira da Cunha de Poemas; Escreva, inscreva-se, participem.
Boa leitura e bom divertimento.
Por: Tiago Vargas

 

MÃE...

Publicidade




São três letras apenas,
As desse nome bendito:
Três letrinhas, nada mais...
E nelas cabe o infinito
E palavra tão pequena - confessam mesmo os ateus -
És do tamanho do céu
E apenas menor do que Deus!

Mario Quintana





POEMAS POESIAS VERSOS


Mãe
Na maldade do mundo
Permanece intacta
A bondade de uma mãe.
Como um doce pássaro
Pousa suas mãos
Sobre nossa cabeça
E a respiração fica leve
Arrastando nas águas
Toda nossa angústia
E o que era tristeza brota
Como uma nova alegria.
Eis que surge a criança perdida
No tempo pela miragem
Dos olhos puros da mãe.

Rosana Ortiz

 

Mãe – Onde estás?

Mãe – no canto das horas
Mãe – no grito da dor
Mãe – nos sonhos perdidos
Mãe – no riso e na flor

Mãe – todos os minutos, todos os dias.
Desde a aurora do mundo
Das entranhas da terra
Tua voz se levanta
E ressoa num toque de amor e de guerra.

Mãe – onde estás?

Vera Beatriz Machado De Freitas

 

Super mãe

Abro a cortina
E vejo que a pombinha
Ainda está quieta no ninho
Sobre os galhos flexíveis
Da goiabeira em flor.
Digo alegremente:
- Bom dia, minha querida! Bom dia!
Quando me ouve, ela, toda orgulhosa,
Mostra sua recém-chegada cria.
Pela manhã para o leste,
À tardinha para o sol poente,
Ela está sempre voltada para a luz,
Enquanto se mantém aninhada
Sobre os ovinhos.
À ventania ela responde:
- Daqui não arredo o pé,
Nem por um bom petisco.

Giselle Marciniak

 

As mães que partiram

Existem mães
Flocos de saudade
Sons de esperança
Corpo de paz
Cabelos de anjos.
O tempo não desfaz
O tempo volta atrás
O tempo ama
Com o amor sem drama
Existem mães,
Mães que partiram
Existem filhos
Que sempre as amaram
Amor de partida
Amor eterno.

Renate Elisabeth Schmidt Aguiar

 

Mãe

Mãe é a mais bela
Invenção do senhor…
É luz dos passos
De seus filhos…

É o berço do destino
Da humanidade
É o caminho da vida,
Apoiado no bordão do amor.

Eluíza de Bem Vidal

 

Mãe Irmã

Quando perdemos a mãe
Tu tão jovem, inexperiente,
Quase uma criança,
Me tomastes em teus braços
Me adotando como uma filha...
Contigo aprendi a viver a vida...
Aprendi com as tristezas
E as frustrações fazem parte
De nosso dia a dia...
Contigo aprendi
Que o sorriso e a alegria
Desarmam qualquer inimigo
E que o amor
- Quando verdadeiro –
Vence qualquer barreira.

Madalena Alverne Medeiros da Silva


Mães de hoje

Mães trabalhadoras
Nos ajudam e nos inspiram
Para termos um futuro...
Melhor a cada dia...

Mães são mais bonitas
Do que as mais belas canções
Irão sempre morar em nossos corações!

José Antônio Borba (6º ano)
Felipe Machado (7º ano)
Breno Moura (4º ano)

 

Mãe

Mãe é sinônimo de amor
É aquela que sofre e chora por você
É guerreira e batalhadora,
Luz divina...
Mais que amiga, companheira!
Nosso refúgio...
Presença constante em nossa vida
Aquela que nos carregou
Por nove meses na barriga
Amor intenso e verdadeiro
Agradeço todos os dias por você existir.

Letícia Rodrigues (7º ano)

 

Meu tesouro

Tem a energia de um furacão
Meu amor por ti é tão grande,
às vezes parece não caber,
Em meu coração.

Teu sorriso me trás paz,
Tua voz me acalma.
Tua imagem é tão divina
Que me perco a imaginar.

Ouro e prata posso ter,
Muito mais vou conquistar
Mas jamais quero perder
O brilho do teu olhar.

Maiara Morais (8º ano)
Estéfani Gomes (5º ano)
Ana Carolina Cavalheiro (5º ano)

 

Mãe...

Mãe é legal
Mãe é especial
Mãe é amorosa
Mãe é charmosa
Mãe é carinhosa
Mãe é maravilhosa.

Mãe faz o almoço
Mãe faz o jantar
E quando seu filho cai
Está ali para ajudar.

Letiele Moura (7º ano)
Dênis Paz (8º ano)
Larisse Moraes (6º ano)

 

Mãe trabalhadeira
Minha fiel companheira.

Sempre que preciso está ali
Me ajudando e amparando...

Vou seguindo teus passos...
Tu sempre me guiando!

Luiza Yasmin Silva (7º ano)
Marcos Silva (6º ano)
Évelyn Fagundes (5º ano)

Poemas dos alunos do 4º ao 8 º ano da E.M.E.F. Emilia Vieira da Cunha

  • amigo

É preciso estar logado para deixar o seu comentário. Clique aqui para fazer seu login.

Comentários (0)

  • Nenhum comentário para o conteúdo.

Postagens mais recentes de Blog da Poesia

mais postagens de Blog da Poesia

JP no Facebook