Grupo Vieira da Cunha

Parcialmente nublado

Tempo hoje

Min 11 / Max 23 +mais
21/06/2019 - 08h23

Os japoneses e seus segredos

A palavra “ikigai” é uma junção de termos que significam “vida” e “valer a pena.” Este conceito parece ser uma das razões para a extraordinária longevidade dos japoneses, sobretudo em Okinawa, ilha no sul do país onde os habitantes levam a vida de acordo com essa ideia e estão sempre em busca de um propósito para sua existência.

Após entrevistas com os moradores mais longevos de Okinawa, os escritores Francesc Miralles e Hector Garcia descobriram as práticas desses centenários. Decidiram reunir então pela primeira vez em livro os hábitos e rotinas responsáveis pela saúde mental, física e espiritual dos japoneses: que exercícios praticam, qual é sua dieta, como trabalham, que tipo de relacionamentos mantêm com os demais e como encontram o “ikigai”, que os impulsiona a ultrapassar os cem anos de idade em plena forma.

Com dicas práticas, além de muitos segredos da filosofia japonesa, “Ikigai: os segredos dos japoneses para uma vida longa e feliz” (Editora Intrínseca, 200 páginas, R$ 34,90) se propõe a ajudar o leitor a encontrar uma razão para levantar todas as manhãs com disposição e alegria. “Quem encontra seu “ikigai” carrega consigo tudo o que necessita para uma travessia longa e feliz”, como dizem os autores.

Publicidade




Hector Garcia morou por mais de uma década no Japão. Engenheiro nascido na Espanha, trabalhou no CERN –Centro Europeu de Pesquisa Nuclear e é o responsável pelo blog kirainet.com.

Francesc Miralles é autor premiado de inúmeros livros de desenvolvimento pessoal. Estudou jornalismo, literatura inglesa e alemão e é músico, além de ter trabalhado como editor, tradutor e ghost-writer.

 

Trecho:

“A mente tem um poder decisivo sobre o corpo e seu ritmo de envelhecimento. Tanto é que a maioria dos médicos concorda que o segredo da juventude do corpo está em manter uma mente jovem e ativa, como os centenários japoneses, e também uma atitude de desafio diante das dificuldades que podemos encontrar durante a vida.
Um estudo realizado pela Universidade de Yeshiva, nos Estados Unidos, determinou que as pessoas longevas compartilham duas atitudes vitais comuns e determinantes: o positivismo e uma elevada expressividade emocional. Logo, aqueles que aceitam os desafios com boa atitude e são capazes de administrar suas emoções já ganharam boa parte da passagem para a longevidade.”

(página 44)

 

CULINÁRIA COM NOVO OLHAR

Em seu novo livro “Da raíz à flor” (Editora Globo Livros, 136 páginas, R$ 59,90), a conhecida apresentadora Bela Gil está propondo um novo olhar para os ingredientes presentes no nosso dia a dia, argumentando que as escolhas e práticas alimentares podem mudar o mundo, ajudar a evitar o desperdício e a economizar recursos. O livro reúne 57 receitas que também sugerem maneiras de baratear o custo da alimentação saudável e ampliar a economia agrícola.

 

PERIGO, AMOR E AMIZADE

“A garota que lia estrelas” (Editora Jangada/Pensamento, 264 páginas, R$ 39,90), da escritora Kiran Hargrave, é um conto mágico relatado de maneira simples sobre uma garota que vive em uma ilha e precisa fazer uma jornada em busca de sua melhor amiga. Ela encontrará perigo, mas também coragem, amor e amizade, ao se deparar com lendas, florestas e territórios esquecidos.

 

Leituras:

“Ramiro Barcellos aproveitou as próprias folhas impressas de um termo de procuração destinado a seus representantes junto às mesas eleitorais para redigir “Antônio Chimango.” Recortou-as em tiras, velho hábito de jornalista, às vezes limitou-se a dobrá-las pela metade, e no alto da primeira meia-folha, em letra deitada e aguda, com certa elegância de talho nas curvas, que sugere sensibilidade e fantasia, começou a escrever.”

(Augusto Meyer, em “Prosa dos pagos,” página 209, lançado em 2002, em que comenta a obra “Antônio Chimango,” escrita pelo cachoeirense, médico e poeta Ramiro Barcelos, sob o pseudônimo de Amaro Juvenal).

 

Rodapé:

Recente pesquisa divulgada pelo instituto Kelton Global e realizada entre o fim do ano passado e início desse, reunindo cerca de 27 mil pessoas com mais de 18 anos de 13 países, dá conta que a leitura aumenta a felicidade e também pode ajudar o leitor a melhorar seus relacionamentos. Pesquisa foi feita a pedido da Amazon e apurou que aqueles que leem são mais tranquilos, o que os ajuda a serem felizes.

 

Destaques:

EU VOU MATAR MAXIMILLIAN SHELDON

Autor: Leonardo Brasiliense 

Vencedor dos prêmios Jabuti e Minuano, o autor lançou este livro pelo selo da Editora Coralina, de Cachoeira do Sul. Apresenta dez contos que exploram as singularidades cotidianas de maneira ora sutil ora extremada. Nascido em São Gabriel, formado em Medicina, Leonardo trabalha na Receita Federal e já publicou, entre outros, “Adeus conto de fadas” (2006), “Três dúvidas” (2010) e “Roupas sujas” (2017).

Editora Coralina. 126 páginas. R$ 34,00.

FEIURINHA SABE TUDO

Autora: Ellen Moraes Senra 

Livro infantil que foi criado para que psicoterapeutas, pais e educadores possam trabalhar situações diversas com crianças e pré-adolescentes. A autora é psicóloga clínica, especialista em Terapia Cognitivo Comportamental e mestranda em Psicologia Social, além de colunista em sites e revistas. Participou de várias livros e é autora de “Adolescer sem vacilo: compreendendo o universo adolescente.”

Sinopsys Editora. 32 páginas. 


(Com a colaboração de Viveiro Cultural)

  • amigo

É preciso estar logado para deixar o seu comentário. Clique aqui para fazer seu login.

Comentários (0)

  • Nenhum comentário para o conteúdo.

Postagens mais recentes de Blog dos Livros

mais postagens de Blog dos Livros

JP no Facebook