Grupo Vieira da Cunha
Ensolarado

Tempo hoje

Min 14 / Max 28 +mais
Edição Impressa
13/11/2017 - 09h03

Concordância ideológica

Quando estudamos concordância, encontramos situações em que a concordância não é feita com a forma gramatical de uma palavra ou de uma expressão presente no contexto, mas com a ideia ou com o sentido que está subentendido nele. A esse tipo de concordância dá-se o nome de concordância ideológica ou silepse. Observemos:

1. Os cachoeirenses somos hospitaleiros. (O verbo sernão concorda com o sujeito os cachoeirenses – de terceira pessoa – mas com a ideia do nós, pois o falante se inclui no grupo de cachoeirenses.)

2. Vossa Excelência está equivocado. (Referindo-se a um Ministro, por exemplo).

3. Os Lusíadas foi escrito por Camões. (O verbo ser não foi pluralizado para concordar com o sujeito plural, mas com a ideia que se subentende, ou seja, Os Lusíadas é o nome de uma obra.)

  • amigo

É preciso estar logado para deixar o seu comentário. Clique aqui para fazer seu login.

Comentários (0)

  • Nenhum comentário para o conteúdo.

Postagens mais recentes de Blog do Português

mais postagens de Blog do Português

JP no Facebook