BLOGS

Blog dos Bichos 11/06/2019 - 09h55

Por que cães estão sendo mais abandonados do que antes?

Apesar de tantas campanhas de adoção, vacinação, castração e contra maus tratos, diversos órgãos e abrigos, pelo mundo, estão reportando um aumento drástico de resgate e de donos abrindo mão de seus cachorros.

Os motivos são muitos: o dono original faleceu, a família não dá conta, o cachorro dá muito trabalho… e também jovens se entediam com seus cachorros miniaturas, comprados como acessórios de moda para imitar celebridades como Paris Hilton.

Como resultado, os abrigos, canis e associações de ajuda aos animais estão enchendo, com problemas de superlotação e também com gastos. Afinal, os animais estão chegando cada vez com mais problemas de saúde.

Criadouros de cães estão cada vez mais comuns, e cada vez mais duvidosos. Não seguem qualquer lei ou prática de higiene, de tratamento adequado com os cães, além de venderem pela internet, nas redes sociais e sites como Mercado Livre. Muitas pessoas estão comprando animais pela internet por impulso, como se fossem sapatos. E, da mesma forma que ocorre com objetos, acabam se entediando, se cansando da compra ou mesmo se arrependendo dela.

Porém, não há trocas ou devoluções com animais. Eles acabam indo para a rua, e muitas vezes são abandonados por estarem com problemas. Esses problemas podem ser crônicos, pela criação feita de forma clandestina, mas também podem ser pela falta de informação e descaso dos donos. Quando os problemas ficam graves, é comum que eles levem aos abrigos – mais comum ainda, infelizmente, é largarem nas ruas ou mesmo em lixeiras. Assim não precisam lidar com o gasto e o trabalho que é cuidar de um cãozinho doente.



 

Alguns criadores de cachorros também descartam os cachorros que não têm mais uso para os cruzamentos que lhes dão lucro, e são abandonados na rua com muitos problemas.

É muito importante que qualquer pessoa que queira um cão se informe bem. Você já teve cães antes? Sabe como é? Tem as condições necessárias? Vai ter tempo para dedicar à higiene, passeios e cuidados do cachorro? Vai conseguir brincar e dar o carinho que um canino precisa?

É preciso que todo mundo pesquise bem e entenda o que virá. Ver fotos de celebridades, vídeos de amigos nas redes sociais e em propagandas pode dar a ilusão de que um cachorro é só brincadeira e carinho. Não se mostra a preocupação com vacinas, as enfermidades que virão (especialmente com raças da moda, que trazem problemas crônicos trabalhosos e sérios que afetam muito a qualidade de vida do cão), os deveres, o trabalho para educar, problemas com agressividade e tudo o que pertence ao universo dos cachorros – e de seus donos.

Pense bem antes de comprar ou adotar um cachorro, e sugira o mesmo para qualquer um que conheça. É essencial ter a noção do que significa se comprometer em ter um cachorro. Outra sugestão é visitar feiras de adoção, abrigos e canis de resgate. Os cachorros continuarão a ser vendidos e comprados como objetos para, depois, serem abandonados. Ao mesmo tempo, muito menos pessoas adotam, e o problema vai virando uma bola de neve. 




Comentários

É preciso estar logado para deixar o seu comentário. Clique aqui para fazer seu login.


Comentários (0)


  • Nenhum comentário para o conteúdo.