Grupo Vieira da Cunha

Ensolarado

Tempo hoje

Min 21 / Max 34 +mais
Edição Impressa
Notícias > Geral > Boa notícia 09/02/2018 - 16h58 por Vinícius Severo

Repasse da oncologia agora é de meio milhão por mês

Valor de R$ 366 mil foi incorporado ao que a Prefeitura já vinha recebendo

O primeiro depósito do Governo Federal para o pagamento do serviço regional de oncologia para Cachoeira do Sul surpreendeu positivamente a Prefeitura de Cachoeira do Sul. O Governo Sergio Ghignatti acabou descobrindo que a elevação do teto do serviço era maior do que se esperava.

Inicialmente, a Prefeitura acreditava que o valor passaria a ser de R$ 366 mil mensais, mas na verdade este valor foi acrescido ao que já era pago anteriormente. Somado aos R$ 133 mil, o valor chega aos R$ 499 mil mensais.

A informação foi confirmada na manhã desta sexta-feira pelo secretário municipal de Saúde, Roger Gomes, que comemorou os números. “É excelente porque nós já estávamos estudando formas de controlar o serviço”, comentou. Esta prática, pela Prefeitura, poderia fazer com que o tratamento de pacientes com câncer dos municípios da região pudesse sofrer atrasos.

Publicidade




FIM DA DOR DE CABEÇA

Outra dor de cabeça do governo municipal que deve se encerrar é a divisão dos custos do serviço nos últimos meses com os municípios da região. No mês de outubro, o serviço chegou a custar R$ 406 mil – muito acima do que era o teto na época, de apenas R$ 133 mil.

O prefeito Sergio Ghignatti até aguardava o aval do Tribunal de Contas do Estado para repartir custos, mas diz que agora isso não será mais necessário. “O novo teto permite ir equilibrando as contas com o prestador do serviço, o Hospital de Caridade e Beneficência”, completou o secretário Roger.
 

  • amigo

É preciso estar logado para deixar o seu comentário. Clique aqui para fazer seu login.

Comentários (0)

  • Nenhum comentário para o conteúdo.

JP no Facebook