Grupo Vieira da Cunha
Chuvoso

Tempo hoje

Min 6 / Max 17 +mais
Edição Impressa
Notícias > Geral > Ensino superior 11/08/2017 - 18h17 por Vinícius Severo

UFSM tenta novo encontro com MEC para obter recursos

MEC anunciou pequeno aumento na liberação dos recursos de custeio e investimentos das federais nesta sexta-feira

O reitor da UFSM, Paulo Burmann, está à espera de um novo encontro com o ministro da Educação, Mendonça Filho, para retomar as negociações para que sejam cumpridos os investimentos projetados para o campus federal de Cachoeira do Sul. “Estamos em permanente contato com o MEC e a resposta que temos é que os compromissos honrados serão cumpridos”, comentou o reitor.

O intermédio para um novo encontro no MEC tem sido feito pelo deputado federal Jerônimo Goergen. Recentemente, o MEC liberou duas parcelas de R$ 700 mil cada para o campus de Cachoeira, mas havia um compromisso de liberar mais recursos, o que ainda não aconteceu.

Nesta sexta-feira, o Ministério da Educação anunciou a liberação de R$ 450 milhões para as instituições de ensino federais em todo país. O valor representa somente um pequeno reajuste do percentual de custeio e de investimentos para as universidades. O custeio das despesas gerais passou de 70% para 75% do orçamento previsto, enquanto o orçamento de capital (investimentos em obras e compra de equipamentos) subiu de 40% para 45%.

Como o MEC não deve cumprir o orçamento na integralidade neste ano, o reitor Paulo Burmann tem dialogado diretamente com Brasília na expectativa que os recursos à construção do campus de Cachoeira sejam liberados, para evitar a paralisação das obras.

SEM REPASSE DIRETO

Se dependessem de um repasse direto do Governo Federal, o campus cachoeirense jamais sairia do chão, já que os recursos específicos não foram cumpridos. As obras estão a pleno porque a universidade tem utilizado do seu orçamento geral para manter o compromisso assumido de construir a estrutura.
 

  • amigo

É preciso estar logado para deixar o seu comentário. Clique aqui para fazer seu login.

Comentários (0)

  • Nenhum comentário para o conteúdo.

JP no Facebook