Grupo Vieira da Cunha
Ensolarado

Tempo hoje

Min 7 / Max 19 +mais
Edição Impressa
Notícias > Cidade > PEDIDO DA PREFEITURA FOI ACEITO 10/01/2017 - 18h20 por Patrícia Loss

Estado desmembrará parte da área do porto

Liberação ambiental do lote de oito hectares ficará livre a Fepam

Quando escutam falar em Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) os gestores públicos e empresários já sabem que a espera será grande, gigante ou imensa.

Sabendo disto e para evitar que o uso da área das imediações do porto passe mais um governo municipal ociosa e tomada pelo mato, o secretário municipal de Indústria e Comércio, Ronaldo Tonet, está negociando junto ao Estado – o dono da área – o desmembramento de um lote de cerca de oito hectares localizado nas proximidades do Hipódromo do Amorim.

A intenção de Tonet agilizar a liberação para uso da área junto ao departamento municipal de licenciamento ambiental, e não pela Fepam.

Em reunião na Fepam nesta terça-feira, Tonet foi informado que o projeto de licenciamento ambiental da área de 112 hectares está em fase inicial de avaliações e que não sequer previsão para que o estudo seja aprovado.

A boa notícia é que o desmembramento de parte dos terrenos é possível. Ficou acertado que a responsável pela área retroportuária de Cachoeira do Sul, a Secretaria Estadual de Desenvolvimento, providenciará o repasse dos oito hectares para serem administrados pela Prefeitura.

LOTEAMENTO

A proposta de Tonet é dividir a área de oito hectares em oito lotes de um hectare. Cada lote será repassado a uma indústria conforme critérios ainda a serem definidos. A principal alternativa seria o uso das regras do Programa Municipal de Desenvolvimento Industrial (Prodic). 

  • amigo

É preciso estar logado para deixar o seu comentário. Clique aqui para fazer seu login.

Comentários (0)

  • Nenhum comentário para o conteúdo.

JP no Facebook