Grupo Vieira da Cunha
Chuvoso

Tempo hoje

Min 15 / Max 19 +mais
Edição Impressa

Rural no Fórum do Leitor

Djalmar wollmann (Criciúma)
comentou sobre "Custo de produção do arroz de Cachoeira é o maior do estado".
Suicídio !

Plantar as margens do Jacuí na atual conjuntura é "roleta russa", ou seja, suicídio..! Uruguaina tem um custo altíssimo com bombeamento para várzeas altas, porém produtividade..! As cooperativas faliram em Cachoeira do Sul devido má gestão, aliado ao processo de "divisão" dentro da classe. Porque será que o sistema cooperativo de SC funciona..? Atuo junto a produtores da Coper Campos de (Campos Novos) - SC, diria que serve de exemplo de gestão para todo Brasil..! Posso afirmar que desculpas referentes ao tipo de cultura não convence. Se for cultura, cito Cooperja de Jacinto Machado - SC, outro exemplo 99% arroz.

Comente esta notícia Expandir
ernani husek (Cachoeira do Sul)
comentou sobre "João Tallowitz é o rei da linguiça".
joao tallowitz

este rapaz merece, ele é uma pessoa muito batalhadora.

Comente esta notícia
Edson Bonine
Edson Bonine
comentou sobre "Agricultor de 70 anos foca produção em tempero para sopa".
Patrícia Loss

A reportagem mostra a importância da agricultura familiar para nossa sociedade. A produção de hortaliças, legumes e frutas, produtos que são a base de nossa alimentação, deve ser incentivada e protegida. A Emater ainda dá assistência técnica aos granjeiros, enfrentando a política de desmonte do gringo polenteiro.
Louvável e merecido de elogios a política de cooperação da rede da supermercado, ação que o "Saladão" adotava em anos com seu empresário anterior. O distrito da Ferreira, junto com o Bosque, Enforcados e Três Vendas, formam um cinturão verde de fundamental importância econômica e social da cidade.

Comente esta notícia Expandir
João Orlando dos Santos (Cachoeira do Sul)
comentou sobre "Custo de produção do arroz de Cachoeira é o maior do estado".
CONHECIMENTO

" URUGUAIANA CAMPEÃ EM PRODUTIVIDADE
As lavouras de arroz de Uruguaiana são as mais produtivas do país, com o menor custo de produção e as melhores características para cultivo. Na ponta inversa, Cachoeira do Sul e Santo Antônio da Patrulha apresentam os maiores custos e menores produtividades. O resultado consta em levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab)"

Uruguaiana tem a mais alta produtividade e o menor custo, Cachoeira do Sul tem a menor produtividade e o mais alto custo.
Simples de entender e fácil de explicar, claro que para isto necessita ter conhecimento das regiões e o que com certeza não possui o sr. Vínicius Severo autor desta matéria.

Uruguaiana tem o menor custo porque produz mais, e isto só se consegue na Uruguaiana porque os produtores rurais tem mais condições de investir na terra do que os produtores cachoeirenses.

Em uruguaiana 80% dos produtores plantam em terra própria, em Cachoeira 80% dos produtores são arrendatários e em função de pagar arrendamentos exorbitantes não conseguem corrigir o solo com a mesma efetividade que os produtores de Uruguaiana conseguem, pois lá os produtores investem na sua própria terra e aqui o sanguessuga do arrendador não investe na sua terra, pois acredita que simplesmente deve apenas explorar o produtor.
Aí está a diferença na produtividade e na lucratividade, lá se investe na terra e aqui apenas sugam a terra e o arrendatário.

Outra bobagem desta matéria escrita pelo sr. Vínicius Severo que certamente desconhece a realidade da orizicultura está no fato de clamar por Cooperativas, Cachoeira do Sul não possui nenhuma cooperativa orizícola e nem tritícola e a Caul de Uruguaiana também é inoperante, assim como a Camil de itaqui e a SãoBorjense, salva-se a Caal do Alegrete.

`Para não escrever bobagens o Sr. Vínicius Severo deveria conhecer Uruguaiana, Itaqui e São Borja para ter uma noção da realidade orizícola do RS

Aqui na nossa Cachoeira do Sul, " Capital Nacional do Arroz", menos de 30% dos nossos 4 milhões de sacas produzidas são industrializadas em nossa cidade, e lá na São Borja do Celso Rigo e do Prato Fino 8 milhões de sacas de arroz são industrializadas.

E para complementar a casca do arroz do Prato Fino do Celso Rigo, alimenta a termelétrica de São Borja que com a queima da casca produz a energia elétrica para toda a região de São Borja.

E o Vinícius Severo poderia aproveitar e pesquisar e descobrir porque a nossa Cachoeira do Sul no auge das nossas Cooperativas recusou a termelétrica movida a casca de arroz em detrimento da utopia da Terme de Carvão da Celetro, do Benemídio e do Douglas Castens.

Comente esta notícia Expandir
Acesse o Fórum do Leitor

Colunistas

Armando Fagundes

Armando Fagundes

Renuncia já!

VC Repórter - imagem do leitor

Enviado pela leitora Catiane Flores

A foto ao lado foi enviada ao VC Repórter por Jornal do Povo

Envie uma foto para o VC Repórter