Grupo Vieira da Cunha
Parcialmente nublado

Tempo hoje

Min 9 / Max 21 +mais
Edição Impressa
15/07/2017 - 09h43

É duro se despedir

É provável que nos últimos meses seu filho tenha tido alguns momentos de ansiedade de separação. Isso é natural. Ele a ama e depende de você, e se ressentirá na hora em que você se afastar.

Para facilitar momentos como esse, quando você for deixar seu bebê com alguém diferente em casa, peça para a pessoa chegar mais cedo, assim ele tem tempo de se adaptar.

Seja direta e rápida na hora de sair e não fique prolongando as despedidas. Saiba que, se ele chorar, as lágrimas rapidamente secarão uma vez que você não esteja mais por perto.

Estimule a independência do seu bebê -- não fique o tempo todo em cima dele. Quando seu filho se movimentar para outro aposento da casa, espere um pouco antes de ir atrás.

E, se for você quem estiver um pouco longe dele, avise onde está, mas não precisa sair correndo cada vez que ele der um pio.

Independência total do pai e da mãe não é a situação ideal para um bebê, então é importante que ele saiba que pode contar com você, e também por onde você anda.

Dias desses Maria Paula acordou na hora que eu saio para o trabalho e começou a chorar. Fiquei tão nervosa que parecia que não iria conseguir sair de casa! São essas e tantas experiências que a gente vive e entende somente com a maternidade!

 Maria Paula fica tranquila com a vovó 

  • amigo

É preciso estar logado para deixar o seu comentário. Clique aqui para fazer seu login.

Comentários (0)

  • Nenhum comentário para o conteúdo.

JP no Facebook