Adcionar aos Favoritos   Sua Página Inicial
       
 
   Segundo Caderno 28 e 29/4/2001
Espetáculo: Maria vai com as outras

O musical venceu em 2000 os prêmios Açorianos de Música e Revelação MPB
O universo feminino é o tema escolhido pelo grupo D’Quina pra Lua para pontuar o cotidiano das diferentes mulheres no musical “Maria vai com as outras”, que será apresentado em Cachoeira do Sul na quinta-feira, às 10h, na Sociedade Rio Branco. As personagens femininas que integram o elenco do espetáculo vão interpretar músicas de compositores brasileiros que contenham, em seus títulos, o nome Maria, tecendo a trajetória da mulher e da música popular brasileira dos anos 30 até a atualidade.
Dando ênfase às canções brasileiras, o grupo foi reconhecido com os prêmios Açorianos de Música e Revelação MPB, concedido ao seu trabalho em 2000. As músicas foram arranjadas especialmente para o vocal, pelos músicos gaúchos Dulcimarta Lino, Fernando Mattos, Iuri Corrêa, João Paulo Sefrim, Luciano Zanatta, Luis Felipe Azevedo, Manuel Abreu e Martinez Nunes. Uma das músicas, “Marias nuas”, de Dimitri Cervo, foi composta especialmente para o quinteto D’Quina pra Lua. A regência e direção musical do espetáculo é assinada por Dulcimarta Lino. A concepção do figurino está sob a responsabilidade da diretora cênica Carlota Albuquerque e a artista plástica Zoé Degani assina a cenografia do espetáculo.
O espetáculo “Maria vai com as outras” é o primeiro deste ano a ser apresentado em Cachoeira do Sul dentro do projeto cultural Palcos. A proposta é patrocinada pela Rede Tischler de Supermercados, com apoio cultural local da Planalto Passageiros e Encomendas, Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), Eni Boutique e Eni Calçados, Restaurante da Sociedade Rio Branco, Farmacentro/Agafarma, Vivenda e Unimed. Conta com a colaboração da Gráfica Jacuí e com a co-promoção do Jornal do Povo e da SRB. A realização é da Cida Assessoria de Eventos e a produção é de Luciana Etchegaray Produções, com financiamento do Governo do Estado do Rio Grande do Sul, através da Lei de Incentivo à Cultura.

Ficha técnica
Quem faz parte do espetáculo
Grupo D’Quina pra Lua
Priscila Ribas (soprano)
Regina Machado (soprano)
Karine Nunes (mezzo-soprano)
Mauren Veras (contralto)
Cláudia Braga (contralto)

Instrumentistas
Dulcimarta Lino, no teclado
Luciana Prass no violão, guitarra e cavaquinho
Vânia Müller na percussão e bateria

Direção musical: Dulcimarta Lino
Direção cênica: Carlota Albuquerque
Assistente de direção: Neca Machado
Cenografia: Zoé Degani
Preparação vocal: Cláudia Braga
Iluminação: Cláudia de Bem
Sonorização: Abrigo do Som
Equipe cenotécnica: Fabiano Corrêa, Miro de Lima e Júlio de Lima
Produção e execução: Vocal D’Quina pra Lua

IMPORTANTE
Os ingressos para “Maria vai com as outras” podem ser adquiridos antecipadamente por R$ 5,00 para sócios da Sociedade Rio Branco e usuários da Unimed e por R$ 7,00 para o público em geral. Os locais de venda são a Sociedade Rio Branco e o Jornal do Povo.

Repertório
1. “Maria” (Ary Barroso/Luiz Peixoto, 1932)
2. “Maria vai com as outras” (Toquinho/Vinícius de Morais, 1971)
3. “Maria de verdade” (Carlinhos Brown, 1992)
4. “Sete marias” (Sá e Guarabira, 1979)
5. “Ah, Maria” (Herbert Vianna, 1991)
6. “Maria-mole” (Rita Lee/Guto Graça Mello, 1979)
7. “Ana Maria” (Luiz Tatit/Sandra Peres, final da década de 70)
8. “Maria, Maria” (Milton Nascimento/Fernando Brant, 1978)
9. “Maria, é dia” (Tom Jobim/Paulo Jobim/Ronaldo Bastos, 1981)
10. “Maria moita” (Carlos Lyra/Vinícius de Morais, 1962)
11. “Maria Rosa” (Lupicínio Rodrigues/Alcides Gonçalves, 1950)
12. “João e Maria” (Chico Buarque/Sivuca, 1959)
13. “Olha Maria” (Tom Jobim/Vinícius de Morais/Chico Buarque, 1970)
14. “Obrigado, Maria” (Herivelto Martins/Mário Rossi, 1954)
15. “Maria-fumaça” (Kleiton Ramil, final da década de 70)
16. “Adeus Maria Fulô” (Humberto Teixeira//Sivuca, 1951)
17. “Acorda Maria Bonita” (Antônio dos Santos, 1956)
18. “Ave Maria no morro” (Herivelto Martins, 1942)
19. “Maria boa” (Assis Valente, 1936)
20. “Samba, Maria!” (Martinêz Nunes)
21. “Maria escandalosa” (Armando Cavalcanti/Klécius Caldas, 1954)
22. “Maria sapatão” (Roberto/Don Carlos/Chacrinha/Leleco, 1980)
23. “Marias nuas” (Dimitri Cervo/Mauren Veras, 2000)


Literatura: Jornada nacional em Passo Fundo

A Universidade de Passo Fundo (UPF) e a Prefeitura Municipal lançaram nesta semana a 9ª Jornada Nacional de Literatura, que está completando 20 anos. Para a nona edição, que ocorre de 28 a 31 de agosto, estão sendo preparadas diversas novidades. A primeira delas será a 1ª Jornadinha de Literatura, que irá reunir cerca de 1,5 mil crianças por dia com múltiplas atividades (leitura, teatro e música, por exemplo). Além disso, a UPF está construindo uma estrutura para realizar o evento dentro do seu campus. Além do tradicional Circo da Cultura, estão sendo preparadas lonas especiais para a jornadinha e palcos para apresentações artísticas.
O tema será “2001: uma jornada na galáxia de Gutenberg - da prensa ao e-book” e mostra a evolução das tecnologias que envolvem a leitura. Uma das atrações será a réplica da prensa de Johannes Gutenberg do século XVII, que virá da Alemanha. Uma exposição irá contar os 20 anos de história das jornadas literárias de Passo Fundo, através de fotos e cartazes. Também estão sendo preparadas diversas apresentações artísticas, de poesia até teatro.
Outro ponto tradicional são os cursos que ensinam os participantes a realizarem diversas atividades artísticas e técnicas que passam pela Literatura, Língua Portuguesa, Inglês, Espanhol, Alemão, cinema, teatro, música e dança. Os escritores confirmados já atingem mais de 50 nomes. Entre eles, destacam-se Antonio Skarmeta (Chile), autor de “O carteiro e o poeta”; Marc Levy (França) e os brasileiros Ignácio de Loyola Brandão, Fernando Morais, Mário Prata, Affonso Romano de Sant’Anna. As inscrições para a 9ª Jornada Nacional de Literatura serão abertas em junho, e a expectativa é contar com cerca de 4.000 participantes e mais 1,5 mil crianças/dia na jornadinha.

Homenageados
Os escritores Carlos Nejar, Moacir Scliar, Antonio Carlos Resende, Armindo Trevisan, Deonísio da Silva e Sérgio Capparelli - que participaram da 1º Jornada Sul-rio-grandense, em 1981 - serão homenageados na nona jornada. Através de familiares, os escritores já falecidos Josué Guimarães, Cyro Martins e Mário Quintana também serão homenageados in memoriam.

Atenção
As notícias sobre a 9ª Jornada Nacional da Literatura, inscrições e autores e livros indicados para leitura anterior ao evento podem ser acessadas via internet no site www.upf.tche.br/jornada.



Leitura: Módulos literários começam a funcionar

Será inaugurado neste sábado o primeiro dos três módulos literários itinerantes que a Secretaria Municipal de Educação (Smed) disponibilizará durante este ano para atender as comunidades de Cachoeira do Sul. O primeiro bairro a receber o projeto é o Cohab, às 15h, com uma festa na praça que abriga o centro comunitário local. Estão programadas para a tarde uma mateada patrocinada pela ervateira Vier, a apresentação da Banda da Escola Baltazar de Bem, shows com cantores cachoeirenses e brincadeiras e balões para as crianças.
O módulo começará a funcionar efetivamente na quarta-feira, com 1.100 livros que poderão ser locados gratuitamente pela comunidade ou lidos no trailer literário, que terá cadeiras e mesas para receber os leitores, além de jornais, dicionários e atividades como oficinas de artesanato, hora do conto e material para desenho e pintura. O atendimento será feito por duas professoras municipais, que também estarão à disposição para tarefas como ajudar as crianças do bairro em pesquisas e temas escolares. O módulo ficará por dois meses no Cohab.
Neste domingo, o segundo módulo também será inaugurado, no Bairro Alto do Amorim, junto à Capela São Jorge. A festa iniciará às 15h, com as mesmas atrações da inauguração no Cohab. Na terça-feira, no mesmo horário, será aberto o terceiro trailer itinerante, no Bairro Aldeia, ao lado da Capela Nossa Senhora do Horto, também com mateada para a comunidade e apresentações artísticas. Os três módulos têm a mesma forma de funcionamento, atividades, número de livros e tempo de permanência nos bairros.

IMPORTANTE
A titular da Secretaria Municipal de Educação, Angela Schuh, avisou que as festas de inauguração dos módulos literários acontecerão mesmo com chuva, já que, em todos os locais, há pavilhões cobertos para as atividades.

UMA PERGUNTA
Quem poderá usar os módulos literários?
Angela Schuh explicou que qualquer morador do bairro que receber o módulo literário poderá visitá-lo e levar para casa por uma semana algum dos livros disponíveis, gratuitamente. Para locar uma obra, só é necessário apresentar carteira de identidade e comprovante de residência (conta de água ou luz).

Para entender melhor
A titular da Smed, Angela Schuh, explicou que os módulos servem para aproximar os moradores dos bairros de Cachoeira do Sul da leitura, promovendo, também, atividades de lazer e didáticas
A Prefeitura Municipal garantiu do Governo do Estado R$ 50 mil para instalar os módulos. R$ 30 mil foram gastos com a fabricação dos trailers e R$ 20 mil com a compra de livros
Cada módulo ficará por dois meses em cada bairro
As associações de moradores foram reunidas no início deste ano para que fosse definida a ordem de recebimento dos módulos
Neste ano, 12 bairros receberão o projeto

PARA ONDE VÃO OS MÓDULOS EM 2001
Até o final de junho - Aldeia, Alto do Amorim e Cohab
Julho e agosto - Ponche Verde, Santo Antônio e Oliveira
Setembro e outubro - Soares, Funcap e Barcelos
Novembro e dezembro - Marina, Cristo Rei e Carvalho

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
Terças a sextas-feiras
8h ao meio-dia e das 14h às 17h30min
Possivelmente será realizada a promoção de um domingo de atividades em cada bairro visitado pelos módulos


Curso: Teatro na Unisc

A Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) abre quarta-feira as inscrições para o curso “Teatro para todos - módulo”, na secretaria da Proppex, sala 507 da campus universitário. As aulas serão ministradas pelo ator, diretor e dramaturgo Pedro Delgado, nas manhãs e tardes de sábados. O objetivo é trabalhar com a interpretação da linguagem já existente e criar outras formas de expressão.
Serão desenvolvidos exercícios que propiciem momentos de pesquisas interiores e exteriores, aguçando a curiosidade dos alunos, a ponto de estimular as atividades criadoras, a formação democrática, o pluralismo cultural e o desenvolvimento do respeito por convicções filosóficas, artísticas e políticas. Delgado também ensinará técnicas de interpretação textual, de dramatização de personagens e de compreensão e transmissão de idéias. Ao todo serão 18 encontros. Maiores informações pelo fone (51) 717-7343.



Moda

A filial da Colcci em Cachoeira do Sul apresentou nesta sexta-feira em Cachoeira do Sul a sua coleção para o inverno de 2001, em desfile promovido na casa noturna República. Alguns modelos são exclusividade da loja cachoeirense, que é uma das três que continuam funcionando no estado (as demais foram fechadas), com novo perfil. A Colcci mudou de estilistas, logotipo e investiu em novos materiais e texturas para apresentar coleções mais fashion.
Para o inverno deste ano, a Colcci apostou nos jeans escuros, muito xadrez (as calças são o destaque), nos modelos básicos de camisetas e blusas com detalhes exclusivos, e na onda trash-chique, que traz, principalmente nos jeans, os rasgos, desfiados, áreas desbotadas e manchadas e marcas imitando sinais de uso. O rosa continua em alta, junto com os tons terra, que deverão continuar sendo a febre nas roupas e calçados.



Pratinha da Casa

A agência cachoeirense de modelos Top Model encaminhou nesta semana modelos mirins para a seleção da agência Guri-Guria, em Porto Alegre, e teve dois garotos aprovados para integrar o cast da empresa:
MARCELO Castro Trindade, 11 anos
FELIPE Castro Klattes, 3 anos



Música: Atelier terá aulas de instrumentos e canto

O Atelier Livre Municipal lançará no próximo dia 14 o projeto de oficinas de música que será desenvolvido neste ano pelo órgão. A iniciativa tem o objetivo de preencher a lacuna que se formou na área com a extinção da Escola Superior de Artes Santa Cecília (Esasc), em 1997, e, antes desse ano, o esvaziamento do departamento de música da faculdade. As inscrições já podem ser feitas e os professores, todos professores habilitados ou profissionais com graduação no setor musical já foram confirmados e os valores cobrados pelas aulas serão populares.
Conforme a diretora do Atelier, Clarisse Almeida, já existem opções de instrumentos confirmadas para serem ensinadas, podendo novas alternativas serem incluídas no programa de oficinas, se houver interesse da comunidade. “Poderemos buscar parcerias para oferecer algumas oficinas”, salientou ela. Clarisse afirmou que, com as oficinas, serão formados grupos de instrumentistas e cantores, transformando o Atelier em uma referência musical no município. Os professores e regentes de corais também poderão ser manter atualizados e aperfeiçoarem-se nas oficinas. “Há um grande potencial musical na comunidade, que precisa ser resgatado”, analisa a diretora do Atelier.
Clarisse informou que a população terá acesso às músicas populares e eruditas, com formação continuada e atendimento individualizado em turmas de, no máximo, seis alunos. Os professores que coordenarão as primeiras oficinas do projeto serão Maria Helena Streck, Deise Fontoura Alves, Lígia Almeida e Rodrigo Estrázulas de Vargas. Eles serão pagos com parte do dinheiro arrecadado com as mensalidades dos alunos. As aulas começarão no segundo semestre deste mês e terão o apoio do Jornal do Povo e da Associação Cachoeirense de amigos da Cultura (Amicus).

RECITAL
O lançamento das oficinas

As oficinas de música do Atelier Livre Municipal serão lançadas, no próximo dia 14, com um recital, às 18h30min. Todos os professores se apresentarão e os futuros alunos são convidados a comparecer. Os instrumentistas e músicos cachoeirenses que desejarem se apresentar no recital deverão entrar em contato com Atelier, pelo telefone 722-2525 (ramal 219).

Para saber mais
As oficinas de música no Atelier
Segundas-feiras, pela manhã
Violão popular
Flauta
Técnica vocal
Terças-feiras, à noite
Violão popular
Acordeão
Teclado
Quartas-feiras, pela manhã
Violão popular
Flauta
Violão clássico
O preço médio da mensalidade das oficinas será R$ 15,00. As inscrições podem ser feitas no Atelier Livre Municipal


4º Prêmio Paulo Salzano de Poemas: Inscrições abrem terça

Abrem nesta terça-feira em Cachoeira do Sul as inscrições para o 4º Prêmio Paulo Salzano Vieira da Cunha de Poemas, promoção que vai premiar com dinheiro as revelações literárias da cidade. Os interessados poderão ter acesso ao regulamento em algumas edições do Jornal do Povo ou na recepção da empresa, único local de recebimento de inscrições. Qualquer poeta, novato ou experiente, poderá participar do concurso, que tem tema livre. Os poemas inscritos deverão ser inéditos. O valor da premiação ainda não foi definido.
Uma comissão de profissionais conceituados da área da poesia fará a avaliação dos trabalhos participantes e escolherá os três vencedores. Que serão premiados no dia 29 de junho, às 18h, na Casa de Cultura Paulo Salzano Vieira da Cunha, dentro da programação de aniversário do jornal. Conforme a organizadora da quarta edição do Prêmio Paulo Salzano, a colunista do Literário Neila Santos, neste ano será ainda mais incentivada a participação dos jovens poetas.

PARA ENTENDER MELHOR
Quem pode participar do 4º Prêmio Paulo Salzano

Qualquer pessoa residente no Brasil poderá se inscrever no Prêmio Paulo Salzano de Poemas, desde que envie um trabalho inédito de até 25 versos a partir de quarta-feira até o dia 15 de junho, sendo válidos, ainda, os poemas que chegarem após esse período, com data de postagem dentro do prazo. Os poemas deverão ser enviados para o Jornal do Povo - Rua 7 de Setembro, 1015, Cachoeira do Sul Sul/RS, CEP 96508-010. O regulamento do concurso, que será publicado a partir da abertura das inscrições, determina como deverá ser feito o envelopamento dos trabalhos.


Noite: SUC faz baile

A Sociedade União Cachoeirense (SUC), através do departamento de tradições gaúchas (DTG) Laços de União, promoverá na segunda-feira, véspera de feriado, a partir da meia-noite, um baile animado por Gerson Fogaça e o grupo Os Charruas. Na festas, serão apresentadas as novas prendas do DTG do clube. Os ingressos podem ser adquiridos por R$ 7,00 e, para os sócios de CTGs, R$ 5,00, no Posto Cinco Esquinas, Multisom, Sorveteria Casquinha e na secretaria do clube. A reserva de mesa custará R$ 8,00.

Universitá faz A Festa e Odonto Bier

A casa noturna Universitá Disco promoverá na segunda-feira, véspera de feriado, a promoção A Festa, com ingresso liberado para acadêmicos da Ulbra e da Unisc da meia-noite à 0h15min, e Martini gratuito para os freqüentadores da 0h15min até a 0h30min. Na quarta-feira, a Universitá promoverá a Odonto Bier, a festa do curso de Odontologia da Ulbra/Cachoeira do Sul. A promoção marca a volta do DJ Deco Menezes, com novos MDs. Os primeiros 50 alunos da Ulbra e da Unisc que chegarem na casa noturna não pagarão entrada. Da 0h16min às 0h30min, o ingresso custa R$ 3,00. Após esse horário, o valor é R$ 5,00 para quem tiver o convite da Universitá e R$ 6,00 sem ele. As camisetas da festa podem ser compradas por R$ 6,00 na lancheria Expresso 2000, próxima à Ulbra.

Gata Estudantil e Enfermeira do Funk no Náutico
O Grêmio Náutico Tamandaré (GNT) sediará segunda-feira, véspera de feriado, a festa de escolha da Gata Estudantil 2001, que levará 30 candidatas à passarela, representando as escolas estaduais da sede de Cachoeira do Sul. A partir da meia-noite, a Rack Som Show estará comandando a pista de danças, com dançarinos, telão, a apresentação de uma performer cover da Enfermeira do Funk e as novidades Basquet Dance, jogo que premiará com cerveja quem acertar a bola no cesto durante toda a noite, e a Cabine Indiscreta, uma surpresa para o público. Os comunicadores da rádio 102,5 FM estarão presentes.
Os ingressos antecipados custam R$ 5,00 e podem ser adquiridos com os promoters da Rack, com as candidatas ao Gata Estudantil, com os grêmios estudantis de escolas estaduais, nas Sorveterias Casquinha e na secretaria do Náutico. As 100 primeiras mulheres a entrarem até a 0h30min não pagarão ingresso, tendo o convite da festa. A partir da meia-noite, a entrada custará R$ 7,00. A melhor torcida no concurso ganhará duas caixas de latinhas de cerveja e as candidatas que venderem mais ingressos antecipados em suas escolas ganharão R$ 50,00, (mínimo 20 convites) ou R$ 100,00 (30 convites ou mais).



Leitura

QUANDO PINTA O AMOR Maria Carolina Garcia (infanto-juvenil)
Nesse livro da coleção “Qual é o grilo?”, a autora, jornalista e estudante de História, através de suas próprias experiências e de depoimentos, correspondências e diários de outros adolescentes, fala sobre um tema universal: o amor. Se você se interessa por sexo, amor ou paixão, este livro tem tudo a ver com o seu momento. (Biblioteca Pública Municipal)Nesse livro da coleção “Qual é o grilo?”, a autora, jornalista e estudante de História, através de suas próprias experiências e de depoimentos, correspondências e diários de outros adolescentes, fala sobre um tema universal: o amor. Se você se interessa por sexo, amor ou paixão, este livro tem tudo a ver com o seu momento. (Biblioteca Pública Municipal)

SUSSURROS NA NOITE Judith McNaught
Os agitos da alta sociedade eram totalmente desconhecidos para Sloan Reynolds. Até ela entrar no mundo superficial e sofisticado em que vivem seu pai e sua irmã, freqüentadores assíduos das colunas sociais. Quando Sloan vai visitá-los, riqueza, glamour e luxo formam uma embriagante e explosiva mistura. E uma paixão tão avassaladora quanto indesejada lança Sloan em um redemoinho de sedução, desejo, decepções, esperança e medo. (Biblioteca Pública Municipal)



Vídeo

Bater ou correr
Duas culturas se chocam num kung fu excêntrico quando o Oriente encontra o Ocidente em “Bater ou correr”, uma comédia de ação e aventura cheia de truques alucinantes.
Jackie Chan faz o papel de Chon Wang, o guarda da China Imperial que parte apressadamente para o selvagem e caótico oeste americano para resgatar a linda princesa Pei Pei (Lucy Liu), que foi raptada. Quando ele encontra o insolente caubói fora-da-lei Roy O’Bannon (Owen Wilson) surge o maior tumulto já visto no velho oeste - os dois enfrentam cadeias, rixas, bordéis e o mais vil dos violões de todos os tempos! Armadilhas espetaculares, irreverências e paisagens épicas dominam, enquanto Oriente e Ocidente se enfrentam numa batalha por honra, realeza e uma fortuna em ouro. É divertidíssimo! (Comédia)

Tolerância
Júlio e Márcia formam o típico casal moderno. Para eles, a fidelidade não é obrigatória. Nada de brigas irracionais, crimes passionais, divórcio. Eles querem apenas se amar, criar a filha e viver livres. Até que Márcia, advogada, passa a ter um caso com um cliente acusado de assassinato. Júlio, fotógrafo, aceita com dificuldade a traição da esposa, mas conhece uma amiga da filha e tem sua chance de também exercitar sua liberdade. Mas a garota tem as suas próprias teorias de liberdade e decide colocá-las em prática. Todos querem ser livres, mas, para que isso aconteça, todos têm que ser tolerantes. E é muito mais difícil ser tolerante que ser livre. Uma história moderna, cheia de sensualidade, ação e mistérios, num filme que vai prender sua atenção do princípio ao fim. (Drama)

A bruxa de Blair 2
Joe Berlinger, o aclamado diretor de “Paradise lost”, o mais impressionante documentário já feito sobre um caso envolvendo assassinato de crianças e fanatismo religioso, assina esta seqüência muito mais assustadora que o primeiro, onde o estilo documental é totalmente esquecido. Um grupo de jovens resolve visitar o lugar onde os estudantes sumiram e passam uma noite acampados próximos à casa que teria sido de um homem condenado pelo assassinato de sete crianças. A partir desta noite, uma série de mistérios começa a acontecer. A tensão entre eles vai crescendo e o clima de histeria vai fazendo ficção se misturar com realidade. (Suspense)

Os mais locados em cachoeira
Revelação
Outono em Nova Iorque
A cela
Show bar
O patriota
Um homem de família
A cilada
Eu tu eles
Gladiador
60 segundos

Veja em DVD
A cela
Tolerância
Erin Brockovich



Mercado de Trabalho: Oportunidades em 139 profissões

A editora Abril lançou neste mês a segunda edição da revista Guia do Estudante sobre o mercado de trabalho em 2001. A publicação está disponível por R$ 8,80 e apresenta informações sobre como conquistar espaço em 139 profissões distribuídas em 15 áreas: agribusiness, arquitetura e construção, artes e entretenimento, computação e telecomunicações, comunicação, educação, esporte e turismo, gestão da informação, indústria, internet, Justiça e terceiro setor, meio ambiente, negócios, saúde e biotecnologia e transporte.
O guia reúne, ainda, 99 empresas que oferecem programas de estágio e trainer em todo o Brasil, fornecendo os endereços das consultorias de recursos humanos na internet e a época de inscrição em cada um. Grandes companhias, como a Avon (cosméticos), a Ambev (bebidas), a Bankboston (financeira), Eletrolux (eletroeletrônica), Copesil (química e petroquímica) aparecem na lista. Também está publicado no Guia do Estudante uma listagem instituições que trabalham com a preparação para o mercado profissional em cursos técnicos, tecnológicos, de graduação, seqüenciais e de pós-graduação. Na parte de cursos superiores, a Ulbra/Cachoeira do Sul aparece como uma das referências de curso de Pedagogia no Brasil.

Importante
A revista Guia do Estudante mantém um site, www.guiadoestudante.com.br, com informações sobre carreiras universitárias, mercado de trabalho, faculdades e vestibular.

JORNAL DO POVO LTDA.
Rua 7 de Setembro, 1015 - Fone (51) 722-1919
Fax (51) 722-7501 - CEP 96.508-011

Cachoeira do Sul - Rio Grande do Sul - Brasil
Email: jp@jornaldopovo.com.br

© Copyright Jornal do Povo. Todos os direitos reservados. Powered by DieHarDbgg